PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Bilionário americano paga R$ 770 milhões

Recém divorciado de sua mulher, com quem foi casado por 11 anos, o bilionário americano Ken Griffin pagou US$ 200 milhões (R$ 770 milhões) pela cobertura do edifício que está sendo erguido no número 220 da Central Park South, em Nova York. O imóvel era um dos mais caros listados nos Estados Unidos e deverá ficar pronto somente em meados de 2017. Ainda não se sabe se Griffin, que mora em Chicago, pretende fixar residência por lá.

Griffin, que fez fortuna com hedge funds, está no centro de um processo de divórcio polêmico e que envolve cifras sem precedentes. A ex-mulher dele, Anne Dias Griffin, pede na justiça uma pensão de US$ 1 milhão (R$ 3,85 milhões) por mês, que inclui US$ 300 mil (R$ 1,15 milhão) para despesas com aviões fretados, US$ 160 mil (R$ 616 mil) para gastos com férias e US$ 60 mil (R$ 231 mil) para aluguéis. Ela alega que pretende usar o dinheiro para manter o padrão de vida dos dois filhos deles, ambos com menos de dez anos. Já Griffin garante que a ex busca apenas vingança.

Por enquanto, quem está levando a melhor é ela. Documentos recentes arquivados na corte responsável pelo caso indicam que Griffin embolsa cerca de US$ 100 milhões (R$ 385 milhões) por mês com seus negócios e antes das cobranças de impostos, sem falar que sua fortuna pessoal é estimada em US$ 7 bilhões (R$ 26,95 bilhões).

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)