PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Brasil reformará e doará usina termelétrica para Bolívia

O governo brasileiro gastará R$ 60 milhões de reais para reformar uma usina térmica que será doada à Bolívia. O anuncio foi feito em meio a crise energética e no momento que o Brasil busca fontes alternativas para evitar um racionamento.

O pedido de doação foi feito pelo presidente boliviano, Evo Morales, há quase quatro anos e estava em fase final para ser viabilizado. A termelétrica Rio Madeira está instalada nem Porto Velho (RO) e é capaz de fornecer energia para uma cidade de 700 mil pessoas.

evo e dilma

A verba para as obras já foi transferida pelo governo federal para a Eletronorte, responsável pela reforma. Uma nova usina térmica, com capacidade de 100MW, custaria cerca de R$ 100 milhões.