PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Casamento de médico Roberto Kalil tem panelaço contra Dilma

“Eduardo, se não trazem comida para você, que é presidente da Câmara dos Deputados, imagine para um mero ex-presidente”, dizia Lula, fazendo piada na mesa que dividia com Dilma, Cunha e Calheiros no casamento do cardiologista Roberto Kalil e da endocrinologista Claudia Cozer.

A festa, de Sábado a noite, se transformou na maior concentração de autoridades já vista fora de Brasília em todos os anos anteriores. Lula e Dilma foram padrinhos do casal.

“Ladra, ladra, ladra”, gritavam manifestantes que se reuniam na porta da entrada.

A manifestação foi organizada no exterior do Salão de Eventos Leopolldo, onde foi celebrado o matrimônio, do qual Dilma foi madrinha. Carregando faixas que diziam “Pela abertura da caixa preta do BNDES” e “Pela investigação total de Dilma e Lula”, o grupo bateu panelas, soprou apitos e entoou cantos que diziam “Fora PT e “Dilma Ladra”.