PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Como organizar o buffet de casamento

Entre todas as coisas que os noivos têm de preparar para o grande dia, o buffet de casamento é, sem dúvidas, uma das mais importantes. É crucial que os convidados estejam bem servidos, até para que possam curtir a festa sem desconfortos. Para que seja sucesso total, é preciso pensar em tudo com bastante antecedência e dar passos estratégicos.

1- Para partir o bolo

Em recepções rápidas, informais e para poucos convidados (menos de 100, idealmente), o bolo é o “prato principal”. Esse tipo de buffet de casamento geralmente é usado pela manhã, quando a cerimônia e a recepção são no mesmo lugar, uma seguida da outra, sem qualquer formalidade. Não há mesas, os garçons circulam livremente servindo champanhe enquanto os noivos recebem os cumprimentos. Pode-se ainda adicionar uns canapés e outros aperitivos mais leves à mesa principal.

2- Brunch

O brunch também serve para recepções na parte da manhã, mas já é um pouco mais aprimorado que apenas o corte do bolo. Por ser uma espécie de refeição entre o café da manhã e o almoço, possui itens dos dois, é quase como se fosse um grande lanche. Já comporta entre 100 e 200 convidados, também leva mais tempo, o que quer dizer que serão necessárias mesas e cadeiras. Combina muito com casamentos no campo e outros estilos ao ar livre.

3- Coquetel

Nesse tipo de buffet de casamento você certamente já ouviu falar. Podendo ser servido ainda como almoço ou jantar, o coquetel é mais indicado para recepções na parte da tarde. É rigorosamente informa e também para poucos convidados. Não é recomendável que os noivos prolonguem muito a celebração porque são servidas comidas leves e os convidados podem ter fome. Cadeiras e mesas são dispensáveis, mas pode-se organizar um espaço com sofás para idosos e/ou grávidas, que não podem passar muito tempo de pé. São servidos salgadinhos variados, doces e, claro, não pode faltar o bolo.

4- Almoço e jantar

São dois tipo de buffet de casamento, mas com características semelhantes, exceto o horário, como é óbvio. Costumam ser muito mais formais (e caros), envolvem cerimônias maiores, com um bom número de convidados, mesas e cadeiras para todo mundo. São também mais extensas, uma vez que, pelo menos no caso do jantar, são servidas entradas, pratos principais e sobremesas, além do bolo. Quem estiver disposto a optar por almoço ou jantar, deve preparar o bolso porque não sai barato.