PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Dicas para minimizar cicatriz

Segundo a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), o Brasil lidera o ranking de procedimentos cirúrgicos estéticos. Consequentemente, os problemas com as cicatrizes cirúrgicas também são altos. O cirurgião plástico Rodrigo Fuzaro, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, dá uma dica para amenizar essas marcas: “uso Bio-Oil, um produto da África do Sul que atua na hidratação da pele e na melhora de estrias e cicatrizes, nos meus pós-operatórios de plástica mamária, pois ele ajuda bastante na hidratação da mama, na prevenção das estrias que poderiam romper (casos de mamoplastia de aumento, especificamente) e na melhora da aparência da cicatriz cirúrgica, mantendo-a bem fina. Recomendo que a paciente passe duas vezes ao dia durante todo o período de pós-operatório que é em torno de 2 a 3 meses, fazendo uma massagem local”.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)