PUBLICIDADE

- INVIS√ćVEL

“√Č de Casa” √© acusado de pl√°gio

Ap√≥s duas edi√ß√Ķes e baixa audi√™ncia, perdendo a lideran√ßa para o SBT, o programa “√Č de Casa” ter√° que lidar com mais um problema.

Segundo informa√ß√Ķes da colunista Keila Jimenez, a atra√ß√£o matinal da Globo est√° sendo processada, acusada de pl√°gio. O processo foi movido pelo diretor e apresentador Fabr√≠cio Fabre, de Vit√≥ria (ES).

O processo foi movido pelo diretor e apresentador Fabrício Fabre, de Vitória (ES) (Foto: Reprodução)

O processo foi movido pelo diretor e apresentador Fabrício Fabre, de Vitória (ES) (Foto: Reprodução)

Ele entrou com a√ß√£o na semana passada na 10¬™ Vara C√≠vel do Rio de Janeiro, garantindo que criou um programa id√™ntico em 2012. Intitulado de “Casa Mais Fam√≠lia”, o projeto se passava em uma casa, com v√°rios c√īmodos, apresentadores e especialistas dando dicas de moda, gastronomia, rela√ß√Ķes familiares, etc.

Revoltado, Fabr√≠cio diz que a atra√ß√£o foi copiada “na cara dura”. “O programa ia ao ar ao vivo pela internet, em uma casa de vidro que ficava em um shopping em Vit√≥ria. Eu tenho tudo registrado, o formato, o nome, tudo. S√£o muitas as semelhan√ßas”, afirma.

Advogado do diretor e apresentador, Sandro Rizzato explica que a a√ß√£o ser√° dividida em duas partes: a primeira pede que o “√Č de Casa” seja tirada do ar, enquanto a segunda vai pleitear indeniza√ß√£o pelas edi√ß√Ķes j√° exibidas.

No processo, Fabrício Fabre alega que os programas têm o mesmo formato, foco no espectador, nos ambientes da casa, nas dicas, na proposta de interação e até mesmo na parte comercial.

Em termos de audi√™ncia, no √ļltimo s√°bado (15), o “√Č de Casa” registrou apenas 6 pontos de m√©dia entre 09h e meio-dia, perdendo para o SBT no hor√°rio, que marcou 7 com o “S√°bado Animado”.