PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

“Eu me amava”, diz modelo com vitiligo, que superou bullying

A canadense Winnie Harlow, de 19 anos, tem vitiligo desde os 4. As manchas brancas espalhadas pelo corpo já fizeram com que sofresse bullying, sendo chamada de “zebra” e “vaca”. Em alguns momentos, chegou a ser atormentada por pensamentos suicidas. Hoje, superou a situação, se tornou modelo e é requisitada por grifes famosas. Recentemente, posou para campanha da Diesel e já desfilou nas Semanas de Moda de Londres e Nova York. Também participou do America’s Next Top Model. Os dados são do jornal Daily Mail.

Winnie falou pela primeira vez publicamente sobre a sua condição de pele em um vídeo no YouTube. “As pessoas têm a pele negra, as pessoas têm a pele marrom, eu tenho ambas”. Ela disse que as coisas têm dado certo porque aceita sua originalidade e a usa a seu favor. “Eu me amava. E, com isso, as oportunidades começam a cair no meu colo. E agradeço a Deus por todas elas. Experimente amar a si mesmo.”

455534892 463284904