PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Ex-BBB é pivô de escândalo

O senador americano Robert Menendez, 61 anos, foi indiciado por tráfico de influências por ter conseguido vistos para jovens estrangeiras – que teriam relacionamento com um médico, doador de campanhas eleitorais do democrata. Um dos pivôs do escândalo é a brasileira Juliana Lopes Leite, ex-BBB, e advogada em Miami. As informações são do NY Post.

Menendez foi indiciado por acusação de usar seu poder e influência para ajudar o médico – que doou US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,5 milhões) em presentes e contribuições na última campanha. As jovens chamadas apenas como “namoradas 1, 2 e 3” do médico oftalmologista Salomon Melgen tiveram uma “ajuda” do senador democrata de Nova Jersey para entrar e permanecer no país de forma legal.