PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Familiares vão ao velório de Jorge Loredo, o Zé Bonitinho

Familiares e amigos velam o corpo do humorista Jorge Loredo no Cemitério Memorial do Carmo, no Rio, nesta sexta-feira (27). O ator, famoso pelo personagem Zé Bonitinho, morreu aos 89 anos no início da manhã da última quinta-feira (26) com falência múltipla de órgãos devido a problemas respiratórios. Ele estava internado há mais de 50 dias na UTI do Hospital São Lucas.

Loredo nasceu em Campo Grande, no Rio, em 7 de maio de 1925 e, além de ator, era também advogado. Ele ficou famoso por seu personagem Zé Bonitinho, criado na década de 1960. O topete, os ternos coloridos, os óculos gigantes, o olhar “charmoso” e os vários bordões do galanteador são reproduzidos até hoje, como “O chato não é ser bonito, o chato é ser gostoso”, “Hello mulheres do meu Brasil varonil” e “Zé Bonitinho, o perigote das mulheres”. O personagem durou 50 anos até 2010 quando Loredo ainda o interpretava no programa A Praça é Nossa , do SBT.