PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Funcionário é banido por dormir em bagageiro e forçar pouso

Um funcionário terceirizado que ficou preso no compartimento de bagagens de um aeronave da Alaska Airlines na decolagem de um voo em Seattle após cair no sono foi banido de qualquer trabalho futuro na empresa aérea, disse uma porta-voz da companhia na quinta-feira.

O bagageiro da Menzies Aviation, empresa que presta serviços terrestres para aeroportos, virou notícia na segunda-feira como clandestino não intencional no voo 448 da Alaska Airlines, após acordar dentro do compartimento de bagagens e perceber que o avião já havia decolado.

O piloto do voo que seguia para Los Angeles com 170 pessoas a bordo fez uma aterrissagem de emergência segura, mas não planejada, no aeroporto internacional Seattle-Tacoma, após a tripulação ter escutado barulhos na parte de baixo da aeronave.