PUBLICIDADE

- INVIS√ćVEL

Goleiro Bruno quer a guarda do filho de Eliza

O goleiro Bruno, acusado de ter mandado matar Eliza Samudio em 2010, afirmou que quer recuperar a guarda de Bruninho, fruto da rela√ß√£o com a modelo. “Eu vou brigar por ele, pela guarda dele, eu vou traz√™-lo para o meu lado”, disse ele na quarta-feira, 18, no Programa do Gugu, na Record.

Bruno Fernandes de Souza foi condenado em 2013 a 22 anos e três meses de prisão Р17 anos e seis meses em regime fechado Рpor homicídio triplamente qualificado, cárcere privado, sequestro de Eliza e do filho e ocultação de cadáver.

Em entrevista de tr√™s horas, ele admitiu ter sido omisso durante o crime. “Eu vi as coisas acontecerem e simplesmente deixei acontecer.” Afirmou n√£o saber como Eliza foi morta nem onde est√° o seu corpo. Para ele, “seria √≥timo” que o corpo fosse encontrado. “Iria esclarecer muitas coisas. Tem um ponto de interroga√ß√£o na minha cabe√ßa sobre o que foi feito.”

O goleiro chegou a chorar quando falou das filhas. Bruno alegou ainda que era alco√≥latra na √©poca e, depois de ser informado da morte de Eliza, bebeu “muito”. “Era uma v√°lvula de escape”, contou.

Gugu também conversou com a mulher de Bruno, Ingrid Calheiros, que era sua noiva em 2010. Ingrid informou que quer que Bruninho passe por exame de DNA, porque acredita que o marido não seja o pai biológico da criança.