PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Jato executivo da Embraer bate recordes mundiais

O Legacy 500, jato da Embraer Aviação Executiva, estabeleceu quatro recordes mundiais em sua categoria, a “midsize”, de médio porte. “A aeronave demonstra agora toda sua capacidade operacional, incluindo travessias oceânicas”, comemora Marco Túlio Pellegrini, presidente da fabricante.

As poltronas do jato viram - Foto: Divulgação

As poltronas do jato viram РFoto: Divulga̤̣o

O jato – com 20,74 metros de comprimento, por 20,23 metros de envergadura (asa a asa) e 6,44 metros de altura – está sendo comercializado por US$ 20 milhões, a unidade. A cabine do Legacy 500 é a maior da categoria, com 1,82 metro de altura por 2,08 metros de largura. Com quatro passageiros, o jato tem autonomia de voo de 5,78 mil quilômetros. Em trechos mais curtos, pode levar até oito passageiros, em poltronas que viram camas.

Os dois primeiros recordes foram registrados no formato “speed over a recognized course” (velocidade sobre rota reconhecida), durante voo para Lihue.  O trajeto foi realizado em cinco horas e 49 minutos, com velocidade média de 676 km/h, no dia 7 de março. A volta ocorreu em quatro horas e 11 minutos, com velocidade média de 943 km/h.

O terceiro recorde de velocidade ocorreu entre Bangor, no estado americano do Maine, e Friedrichshafen, na Alemanha. Foram 5.945 quilômetros percorridos em seis horas e 50 minutos, com três pessoas a bordo. A última marca, por sua vez, foi quebrada em um voo entre Düsseldorf, na Alemanha, e Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, a maior distância já percorrida pelo Legacy 500: 6.052 quilômetros, percorridos em sete horas e três minutos, com velocidade média de 864 km/h.