PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Por caça, último rinoceronte macho no Quênia tem seguranças

Os rinocerontes correm risco de extinção devido à caça. No Quênia, o último macho da espécie de rinocerontes brancos vive cercado de guardas 24 horas por dia, sozinho. O cenário de solidão foi retratado pelo Daily Mail , que mostra a realidade preocupante da espécie em países africanos.

O rinoceronte solitário, conhecido por Sudão, é vigiado dia e noite por homens armados, que arriscam suas próprias vidas para tentar manter o animal longe do perigo. Sudão não tem mais seu chifre, retirado pelos responsáveis da reserva de Ol Pejeta, parque queniano que preferiu tirar a “preciosidade” a fim de proteger o rinoceronte. Isso porque os chifres de rinocerontes valem muito no mercado negro, sendo vendidos por até R$ 190 mil o quilo.