PUBLICIDADE

- INVIS√ćVEL

Quebra capilar x queda capilar: problemas são diferentes, mas a queda é um quadro mais complexo

A queda de cabelo e a quebra dos fios s√£o dois problemas capilares que resultam na perda do volume dos cabelos e aterrorizam muitas pessoas. Mas voc√™ sabe diferenci√°-los? Apesar dos sintomas parecidos, os quadros s√£o bastante diferentes e possuem causas distintas; dessa forma, √© claro que o tratamento n√£o √© o mesmo. ‚Äú√Č essencial identificar se os seus cabelos est√£o caindo ou simplesmente se partindo, pois s√≥ assim √© poss√≠vel tratar corretamente e recuperar a sa√ļde e a densidade dos cabelos. Uma primeira avalia√ß√£o r√°pida que √© poss√≠vel realizar at√© mesmo em casa, √© puxar levemente os fios entre os dedos e verificar se eles caem com uma massinha branca na ponta. Se isso acontecer, se trata de queda, e n√£o quebra‚ÄĚ, explica a Dra. K√©dima Nassif, dermatologista e tricologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, e da Associa√ß√£o Brasileira de Restaura√ß√£o Capilar. Em seguida, a tricologista explica a diferen√ßa entre as duas intercorr√™ncias e d√° conselhos sobre como contornar os problemas:

Quebra:¬†A quebra de cabelo acontece quando o fio n√£o cai pela raiz, e sim sofre algum estresse que o deixa enfraquecido. Segundo a Dra. K√©dima, a quebra costuma ser mais simples de tratar, pois geralmente est√° associada a causas n√£o internas. ‚ÄúFatores ambientais como o excesso de sol e de vento, mudan√ßas repentinas de temperatura, o cloro da piscina e processos qu√≠micos podem deixar os fios quebradi√ßos. Outras causas da quebra podem ser: procedimentos qu√≠micos como alisamento, tintura, relaxamento, escova√ß√Ķes exageradas ou uso de el√°sticos de borracha. Tamb√©m √© preciso identificar como anda o fio; se as pontas est√£o muito ressecadas e quebradi√ßas, o melhor a fazer √© corta-las. Isso evita que a as pontas duplas se abram demais e acabem quebrando o fio‚ÄĚ, afirma.

A m√©dica explica que, para tratar, como a maior causa da quebra √© o uso de qu√≠micas inadequadas ou m√° aplicadas, o melhor caminho √© diminuir, ou at√© mesmo eliminar, esses elementos. Hidrata√ß√Ķes semanais tamb√©m s√£o essenciais para nutrir os fios e deix√°-los saud√°veis novamente, al√©m de evitar o ressecamento das pontas. ‚ÄúTenha cuidado na hora da lavagem. Para desembara√ßar os fios, deslize o pente apenas com o cabelo molhado, para que o atrito seja menor e n√£o quebre os fios. Para prender, utilize el√°sticos de tecido, sem partes met√°licas e nem borracha, pois podem deixar os fios enganchados e parti-los. Al√©m disso, diminua o uso do secador e da chapinha; eles deixam os fios mais fracos e suscet√≠veis √† quebra. Se for usar, aplique antes protetores t√©rmicos‚ÄĚ, recomenda.

Queda:¬†A queda j√° √© um caso mais complexo. De acordo com a Dra. K√©dima, √© comum que cada pessoa perca cerca de 60 a 100 fios de cabelo por dia. Por√©m, se o n√ļmero de fios caindo diariamente passar da quantidade habitual, algo pode estar errado, e as causas podem ser diversas. ‚ÄúExiste a chance de voc√™ ser geneticamente predisposto a sofrer de queda capilar. A calv√≠cie heredit√°ria (alopecia androgen√©tica) √© uma manifesta√ß√£o fisiol√≥gica que ocorre em indiv√≠duos geneticamente predispostos, levando a um quadro no qual os fios ficam cada vez ficam mais finos e menores‚ÄĚ, explica.

Outra causa pode ser algum desequil√≠brio hormonal, que pode causar altera√ß√Ķes em todo o organismo, inclusive nos cabelos. ‚ÄúEnquanto os estrog√™nios, horm√īnios femininos, ajudam a manter os cabelos na fase an√°gena (de crescimento) pelo tempo necess√°rio, os andr√≥genos, horm√īnios masculinos, podem encurtar o ciclo de crescimento capilar, fazendo com que os fios cheguem a fase de queda mais rapidamente. Dessa forma, o excesso de horm√īnios andr√≥genos pode causar a perda dos cabelos‚ÄĚ, esclarece a tricologista, que complementa: ‚ÄúHipotireoidismo e hipertireoidismo tamb√©m podem ser os causadores, j√° que desequil√≠brios na gl√Ęndula tireoide afetam os fol√≠culos capilares, mudando sua estrutura proteica, densidade, resist√™ncia e crescimento.‚ÄĚ

¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†A queda tamb√©m pode ser induzida por estresse, defici√™ncia de ferro e de vitamina B12. A m√©dica explica que o ferro √© um nutriente fundamental para a produ√ß√£o de prote√≠na para as c√©lulas capilares. A vitamina B12, por sua vez, √© fundamental para garantir a sa√ļde dos gl√≥bulos vermelhos do sangue, respons√°veis por carregar o oxig√™nio para nutrir os mais diferentes tecidos do corpo, incluindo os fol√≠culos capilares. Quanto ao estresse, ele se manifesta nos cabelos devido ao aumento dos n√≠veis de cortisol, que, al√©m de causar queda, pode promover o aparecimento de caspa e outros problemas no couro cabeludo.

De acordo com a tricologista, pode ser que os problemas se manifestem tardiamente, fazendo com que leve at√© tr√™s meses para que o cabelo comece a cair pelos motivos citados. ‚ÄúPor isso, √© fundamental que voc√™ n√£o se desespere ao notar queda excessiva dos fios. O ideal √© consultar um tricologista sempre que houver a suspeita de uma queda aumentada. Cada causa responde a um tratamento diferente, por isso o exame f√≠sico √© fundamental para estabelecer a causa e iniciar o tratamento. Por meio da avalia√ß√£o, o especialista poder√° diagnosticar o que est√° realmente causando a queda e indicar o melhor tratamento para cada caso, seja ele por meio de suplementos; aplica√ß√£o de laser ou LED ou tratamentos em cl√≠nica como microagulhamento, drug delivery digital e mesoterapia‚ÄĚ, finaliza.