PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Raw food é tendência

Estilo de vida voltado para a alimentação natural e orgânica, o raw food, comida crua em inglês, é um movimento que surgiu nos Estados Unidos na década de 1990 e ganha cada vez mais adeptos no Brasil. Ao contrário do que pode parecer, adotar o cardápio cru não significa se alimentar somente de sushi e legumes.

Entenda como funciona a alternativa e como incluir hábitos mais saudáveis nas refeições diárias.

(Foto: divulgação)

(Foto: divulgação)

Características e benefícios do raw food

De acordo com nutricionistas, a alimentação viva busca reconectar o ser à natureza, fonte primordial de alimentos. “Ao reduzir o consumo de cozidos, processados, ricos em pesticidas, conservantes, açúcares e gorduras, diminuímos o risco de doenças crônicas, como obesidade, diabetes e problemas cardiovasculares”, alerta.

“O movimento raw food relembra que somos feitos de nutrientes e que nossa saúde e qualidade de vida depende do que comemos”, explica. Segundo a profissional, as fibras e os probióticos presentes em abundância na alimentação garantem a saúde do intestino, aliados à capacidade de melhorar a imunidade e aumentar a produção de serotonina e absorção de vitaminas.

Além disso, a nutricionista ressalta que, com o consumo intenso de vegetais verdes, coloridos, brotos, ocorre uma eliminação diária de toxinas e absorção intensa de nutrientes que fornecem bem-estar, saúde e longevidade.