PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Sonia Braga – 50 anos de carreira

Nessa última quarta-feira, 4 de março, o auditório do Sesc Santos recebeu o encontro “Sonia Braga – 50 anos de carreira – Redescobrindo o Mito” que contou com apoios da Open House Idiomas e do CineZen Cultural e com a presença do crítico Waldemar Lopes, profundo conhecedor da trajetória profissional da atriz e que mantém uma coleção pessoal repleta de itens, filmes, revistas e demais artigos sobre Sonia. A mediação foi feita pelo jornalista André Azenha.

O encontro proporcionou ao público o entendimento da importância da atriz para o cinema e a teledramaturgia brasileira, bem como refletir seu papel de difusora da cultura do país no exterior. Assim, o público que já possuía algum conhecimento pôde se aprofundar na obra da artista e, os marinheiros de primeira viagem tiveram a chance de descobrir o mito que levou milhões de espectadores ao êxtase. Filmes que foram abordados: O Bandido da Luz Vermelha, A Moreninha, O Casal, Dona Flor e seus Dois Maridos, A Dama do Lotação, Eu te amo, Gabriela, O Beijo da Mulher Aranha, Rebelião em Milagro, Luar sobre Parador, Rookie, Amazonas em Chamas, Tieta do Agreste, Morte Dupla, Testosterona, Um Amor Jovem, Lope, Mamãe Intrometida, O Vinho do Verão. Também foram comentados trabalhos de Sonia na televisão.

Waldemar Lopes é artista plástico, engenheiro mecânico, professor, cinéfilo. Além da tradicional Palestra do Oscar, realizada há 20 anos em Santos de forma pioneira no país, também já realizou encontros sobre cinema para a Universidade Católica de Santos, Universidade Monte Serrat, Secretaria de Cultura de Santos e Rotary. De acordo com ele, a palestra foi um sucesso! O fãs vibraram com o arquivo selecionado por Waldemar. Muitos pediram “bis” para ver o vídeo de Gabriela no telhado, entre outros trabalhos da atriz.