PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

“Sunburn art”: nova moda, tatuagem solar traz riscos à saúde

Ouviu falar na sunburn art? É a nova moda no verão do Hemisfério Norte, que se propaga pelas redes sociais com a hashtag #sunburnart. A ideia é exibir uma espécie de tatuagem criada pelo bronzeado do sol, em que os desenhos surgem ao se passar protetor solar em apenas algumas áreas ou ao bloquear os raios com moldes. Dermatologistas alertam para o perigo da prática, que pode favorecer o envelhecimento precoce e o câncer de pele.

“Aqui é onde a cultura popular se choca com os avisos da medicina. É óbvio que queimaduras de sol têm dois efeitos sobre você: dão rugas e sardas, e também causam câncer de pele, principalmente melanoma”, disse o dermatologista Barney Kenet à ABC News. O médico acrescentou que a tendência é ainda mais perigosa pelo fato de fazer com que as pessoas permaneçam mais tempo sob o sol para que a “tatuagem” fique mais visível.