PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Tênis Clube de Santos recebe torneio internacional

O Tênis Clube de Santos já se prepara para receber tenistas do Brasil, Argentina, Bélgica, Bolívia, Chile, Eslovênia, Estados Unidos, França, República Dominicana e Suécia, que disputam a 5ª edição do Campeonato Internacional de Tênis de Santos, do calendário internacional ATP Challenger Tour, apresentado pela Santos Brasil de 18 a 26 de abril.

Uma das novidades para esta temporada é a premiação de US$ 50 mil (R$ 157 mil), valor recorde para a competição e 25% maior se comparado com a edição 2014. Só o campeão deste ano embolsará US$ 7.200,00 (R$ 22 mil) e somará 80 pontos no ranking mundial da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), enquanto o vice receberá US$ 4.240 (R$ 13 mil) e 48 pontos.

Assim como nos anos anteriores, a entrada é gratuita durante toda a competição e, ao longo da semana de disputa, o público ainda terá a oportunidade de acompanhar jogos da rodada noturna.

maximo gonzalez 1

 

ATUAL CAMPEÃO

A lista de inscritos tem como principal candidato ao título o argentino Maximo Gonzalez, atual número 94 do mundo. Na temporada 2014, o tenista da tradicional cidade de Tandil ganhou todos os 9 jogos disputados no Tênis Clube de Santos, o que lhe tornou o primeiro campeão de simples e duplas (ao lado de Andres Molteni) da história do torneio.
Santos foi o primeiro passo de Gonzalez para recuperar o seu melhor tênis e voltar a integrar o seleto grupo dos 100 melhores tenistas do mundo após quase três temporadas com ranking inferior.

Para o dono de 14 títulos da série ATP Challenger, jogar diante do público brasileiro é o que mais lhe agrada. “Eu gosto muito de jogar no Brasil, venho todos os anos. Gosto muito das pessoas, da organização dos torneios, do piso de saibro, e é perto da Argentina, somente um voo rápido. Isso tudo conta muito para vir jogar aqui”.

 

Veja a lista de inscritos e o ranking dos jogadores atualizado:

Maximo Gonzalez (ARG) – 94º colocado na ATP
Blaz Rola (SVN) – 102º

André Ghem (BRA) – 148º
Guido Pella (ARG) – 155º
Chase Buchanan (EUA) – 168º
Guilherme Clezar (BRA) – 186º
Guido Andreozzi (ARG) – 193º
Jarry Nicolas (CHI) – 198º
Axel Michon (FRA) – 220º
Fabiano de Paula (BRA) – 225º
Christian Garin (CHI) – 231º
Jose Hernandez-Fernandes (DOM) – 235º
Christian Lindell (SUE) – 239º
Hugo Dellien (BOL) – 245º
Germain Gigounon (BEL) – 248º
Jules Marie (FRA) – 253º
Gonzalo Lama (CHI) – 257º
Gianni Mina (FRA) – 263º
Andres Molteni (ARG) – 261º
Julien Cagnina (BEL) – 272º
Juan Carlos Saez (CHI) – 280º
Alexis Musialek (FRA) – 283º