PUBLICIDADE

Cinema

5º Santos Film Fest divulga filmes das mostras competitivas

Da Redação

O 5º Santos Film Fest – Festival Internacional de Cinema de Santos anunciou na noite desta segunda-feira (14), em live transmitida por suas redes sociais, os filmes selecionados para as mostras competitivas. São 33 filmes em competição. Ao todo, o festival por enquanto soma 67 produções, que totalizarão em mais de 100 exibições: há filmes que serão exibidos duas, três vezes, e outros ficarão disponíveis todo o tempo do evento até a manhã do último dia do SFF, em 6 de outubro. Lista completa após o texto.

A mostra competitiva nacional/internacional contará com 10 curtas-metragens (incluindo um de Portugal) e 10 longas-metragens (com uma coprodução Brasil/Holanda. As sessões ocorrerão na Plataforma Videocamp (www.videocamp.com).

Do território naciona, há obras produzidas em estados como Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Minas Gerais, Ceará, Distrito Federal, Paraná e Pernambuco. Os curtas ficarão disponíveis em tempo integral, durante todos os dias do festival, de 29 de setembro até a manhã 6 de outubro. Já os longas terão duas exibições cada um, sempre às 19h e às 21h (a partir de 30 de setembro), com reprises no dia seguinte, respectivamente às 13h e às 15h.

O júri que definirá os melhores filmes e direções é composto pelo professor Wanderley Camargo (coordenador dos cursos de Publicidade e Cinema da UniSantos), Jamer Guterres de Mello (da Pós-Graduação da Universidade Anhembi Morumbi), e a diretora e atriz Julia Katharine.

Além disso, pela primeira vez, o Santos Film Fest terá uma mostra voltada especialmente à produção audiovisual da Baixada Santista, que antes se mesclava aos filmes vindos de outras localidades. A opção se deu ao bom número de filmes inscritos. Serão exibidos seis curtas-metragens.

Os jurados que definirão o melhor filme e o melhor trabalho de direção é formado pelo cineasta e ator Eduardo Ferreira, pelo professor e crítico de cinema Eduardo Cavalcanti e pela produtora e atriz Liz Reis. Os seis curtas ficarão disponíveis em tempo integral no festival até a manhã de 6 de outubro em www.videocamp.com. As obras são oriundas de Santos e Praia Grande.

Há sete filmes na Mostra Humanidades, que entrega o Troféu de Melhor Filmes de Caráter Humanitário, e três na Mostra de Filmes de Rock. Todos os troféus de voto popular serão entregues após a média de votos do público na votação da plataforma Videocamp, exceto na Mostra Rock, cujos votos acontecerão pelo Blog n Roll.

Confira todos os filmes desta edição:

Mostra Humanidades
– “A Cor Branca” (MG, drama, de Afonso Nunes),
– “IMO” (MG, drama, fantasia, de Bruna Schelb Corrêa),
– “Lisergia Clássica” (SP, documentário, esporte, de Jaime Vipúdes),
– “Não Tem Arrego” (GO, documentário, de Gabriel Vilela e José Eduardo,
– “Rosa Vênus” (RJ, documentário, de Marcela Morê),
– “Selvagem” (SP, drama, romance, de Diego da Costa),
– “Tranças” (BA, biográfico, alienação parental, de Lívia Sampaio).

Mostra Regional Baixada Santista
– “Blandina” (Santos, drama, de Arthur Micheloto),
– “Mar-celo” (Santos, documentário, de Arthur Lotto),
– “Jeitinho Brasileiro” (Santos, documentário, de Dayana Santos e Luana Marques),
– “Mulheres de Fé” (Santos, documentário, de Bruna Santos e Dalila Ramos),
– “Projeção” (Praia Grande, drama, de Thomas Aguina),
– “Vila dos Pescadores “ (Santos, documentário, de Cintia Neli da Silva Inacio e Geovanne Rafael V. da Silva).

Mostra Competitiva De Curtas
– “Ângela” (MG, comédia dramática, de Marília Nogueira),
– “Antes Que Seja Tarde” (SP, drama, de Leandro Goddinho),
– “As Viajantes” (SP, drama, de Davi Mello),
– “Luis Humberto: O Olhar Possível” (DF, documentário), de Mariana Costa e Rafael Lobo),
– “NC5 Contra A Lei do Impedimento” (RJ, documentário, de Lucio Branco),
– “No Oco do Tempo” (SP, drama, de Antônio Fargoni),
– “Seremos Ouvidas” (PR, documentário, de Larissa Nepomuceno,
РSofia (Portugal, drama, de Filipe Ruffato e Gon̤alo Viana),
– “Surpresas” (SP, suspense, romance, de Flávio Colombini),
– “Um dia Frio” (PR, drama, de Victor Percy).

Mostra Competitiva Longas
– “Como Vivem os Bravos” (CE, Nordestern , de Daniell Abrew),
– “Eletronicamentes” (SP, documentário, de Dácio Pinheiro, Denis Giacobelis e Paulo Beto),
– “Hotel Mundial” (GO, drama, de Jarleo Barbosa),
– “InVisíveis – Pedal Cidadão & Outras Histórias” (RJ, documentário, de Léo Miguel),
– “Nós, Que Ficamos” (PE, documentário, de Eduardo Monteiro),
– “Nossa Bandeira Jamais Será Vermelha” (SP, documentário, de Pablo Lopes Guelli),
– “O Buscador” (RJ, drama, de Bernardo Barreto),
– “O Samba é Primo do Jazz” (RJ, documentário, de Angela Zoé),
– “Servidão” (RJ, documentário, de Renato Barbieri),
– “Um Presente À Prova de Futuro” (Brasil/Holanda, documentário, de Eduardo Rajabally).

Mostra Hoje é filme de Rock, bebê!
– “A Canção do Tempo” (Argentina, El Canto Del Tiempo, longa, documentário, de Mana García),
– “A Plebe é Rude” (SP, longa, documentário, de Diego da Costa e Hiro Ishikawa),
– “Os Caubóis do Apocalipse” (SP, longa, comédia, de Diego da Costa)