PUBLICIDADE

clipping

Mais de 1,3 milhão de famílias de SP vão receber 13ª parcela do Bolsa Família

O pagamento da 13¬™ parcela do Programa Bolsa Fam√≠lia come√ßa nesta ter√ßa-feira (10) e segue at√© 23 de dezembro. O repasse do benef√≠cio extra acompanha o pagamento de dezembro — o que significa, neste m√™s, pagamento do benef√≠cio em dobro. No total, mais de R$ 480 milh√Ķes ser√£o pagos a 1.378.331 fam√≠lias de S√£o Paulo. O repasse refor√ßa o compromisso do governo federal em combater as desigualdades sociais do Pa√≠s, aumentando o poder de compra das fam√≠lias mais pobres. O benef√≠cio m√©dio no Estado, acumulando o valor extra, ser√° de R$ 348,78 por benefici√°rio.

M√£e de dois filhos, a agricultora familiar Erivana Loiola conta como o 13¬ļ pagamento ir√° ajudar no or√ßamento de casa. “√Č a conta de luz, √© o material para a escola, √†s vezes, sand√°lia, roupa para a crian√ßa, rem√©dio. Vem na hora certa. √Äs vezes, n√£o d√°, mas voc√™ sabe que vai receber e uma boa parte das coisas que voc√™ precisa, voc√™ vai conseguir pagar ou comprar. A√≠ eu j√° n√£o preciso ficar preocupada como eu vou arrumar o dinheiro para comprar o material da escola para o ano que vem”, disse.

No total, mais de R$ 5 bilh√Ķes ser√£o pagos a 13.170.607 fam√≠lias em todo o Brasil — este √© o maior repasse j√° realizado na hist√≥ria do Bolsa Fam√≠lia. O ministro da Cidadania, Osmar Terra, ressalta a import√Ęncia do incremento no or√ßamento das fam√≠lias que est√£o no limite da extrema pobreza, no fim do ano: “Essa √© uma determina√ß√£o do presidente Jair Bolsonaro. O presidente fez quest√£o de ampliar este recurso. √Č uma maneira de refor√ßar o Natal das fam√≠lias mais pobres do Brasil”.

O pagamento ser√° poss√≠vel gra√ßas √†s melhorias na gest√£o e ao aumento de R$ 2,58 bilh√Ķes no or√ßamento do Minist√©rio da Cidadania, assegurado pelo Relat√≥rio de Avalia√ß√£o de Receitas e Despesas Prim√°rias do Primeiro Bimestre de 2019, do Minist√©rio da Economia. No ano, o Bolsa Fam√≠lia fechou o or√ßamento em R$ 33,6 bilh√Ķes, cerca de 10% a mais do que em 2018 (R$ 30,6 bilh√Ķes).

O programa atende às famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais; e na pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais.

Foto: Divulgação