PUBLICIDADE

Região / Cotidiano

Famoso triplex do Guarujá com o valor de R$ 3 milhões será sorteado

Da Redação

Se você está participando do concurso que pode ter o famoso triplex do Guarujá, que foi atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PL), chegou o grande dia. Neste sábado acontece o sorteio pela Loteria Federal da Caixa. O imóvel está avaliado em R$ 3 milhões de reais e os participantes pagaram uma assinatura mensal da empresa “Pancadão de Prêmios”  de R$ 19,90 para tentar a sorte.

A campanha começou ainda em novembro de 2021 e os interessados puderam participar do sorteio até às 23h59 de sexta-feira (27). O imóvel de três andares, no Condomínio Solaris, está localizado na Avenida General Monteiro de Barros, 638, no bairro Vila Luis Antonio, em Guarujá.

Segundo a empresa, o sorteio é feito por meio de um sistema que utiliza os números do resultado da Loteria Federal para gerar o número da sorte.

“O ganhador geralmente é localizado por nossa equipe de especialistas em atendimento”, diz a empresa Pancadão de Prêmios, que afirma realizar os procedimentos de acordo com as regras da Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria do Ministério da Economia (SECAP) para os processos de entrega do prêmio.

A empresa explica que o ganhador será atendimento por Whatsapp, na mesma plataforma em que se inscreveu e pagou as mensalidades.

Conheça a história do triplex

O juiz Sérgio Moro ordenou a venda do triplex em leilão público realizado em janeiro de 2018. O ex-presidente Lula, por sua vez, foi condenado em duas instâncias no processo que envolve o imóvel. Em primeira instância, a pena fixada foi de 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro. Na segunda, foram 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado.

Lula foi acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de receber propina da empreiteira OAS. A suposta vantagem, no valor de R$ 2,2 milhões, teria saído de uma conta de propina destinada ao partido do político, o PT, em troca do favorecimento da empresa em contratos na Petrobras.

Lula nega as acusa̵̤es e afirma ser inocente. Em dezembro de 2021, a Procuradoria da Rep̼blica no Distrito Federal pediu o arquivamento do caso, apontando para a prescri̤̣o Рfim do prazo para puni̤̣o Рdos supostos crimes cometidos pelo ex-presidente.

A manifestação foi motivada pela decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que em abril considerou suspeita a atuação do ex-juiz Sérgio Moro no caso e anulou a condenação de Lula. Assim, a investigação foi encaminhada para a Justiça Federal, em Brasília.

Foto: Reprodução