PUBLICIDADE

Região / Cotidiano

Joanita e Erivaldo: um sonho de casamento no hospital de Cubatão

Da Redação

Vestido branco, tapete vermelho, alianças, decoração e um noivo bem trajado à espera, pode parecer fora de moda, mas ainda faz parte do imaginário de muitas mulheres. O ritual do casamento com todos seus detalhes sempre foi o sonho da ex-empregada doméstica Joanita da Silva Bispo, de 36 anos. Pois esta quarta-feira (9) foi o dia do sim.

O Hospital de Cubatão, administrado pela Fundação São Francisco Xavier, realizou o projeto idealizado por Joanita, com todos os protocolos de segurança.

Diante das dificuldades da vida, Joanita que mora com seu companheiro, Erivaldo Manoel da Silva,  há 18 anos em Cubatão e tem três filhos, foi deixando de lado seu grande desejo. Há um ano Joanita ainda passou a lutar contra uma doença renal crônica e faz hemodiálise quatro horas por dia, três vezes na semana. Mas o tratamento abriu espaço em sua rotina para a união do casal.

Para realizar o desejo da Joanita, o Hospital de Cubatão mobilizou sua equipe. Tudo foi pensado para realizar um sonho especial, mas com segurança para todos. Os convidados receberam salgados e docinhos para levar para casa, ou seja, sem alimentação no local.

A dama de honra e o pajem foram os filhos mais novos do casal. Um pastor da igreja da noiva celebrou a união. Além do vestido, terno para noivos e roupas para os filhos de Joanita, o Hospital também ofereceu as alianças.

O casamento da Joanita acontece justamente no Dia Mundial da Campanha “O que Importa para Você?”, projeto que surgiu nos Estados Unidos e que vem sendo realizado, desde agosto do ano passado, em as todas as unidades hospitalares da Fundação São Francisco Xavier.

A ação que tem o propósito de estimular conversas mais significativas entre profissionais de saúde e pacientes, criando um elo de compaixão e empatia entre eles. É atender de forma humanizada e aprimorar o cuidado de saúde e assistência social, com base no que realmente importa para o paciente. É fundamental é que o profissional pergunte o que importa, ouça o que importa e faça o que importa.

Confira o vídeo (Imagens: Divulgação)