PUBLICIDADE

Região / Polícia

Polícia apreende mais de uma tonelada de cocaína e causa prejuízo de meio bilhão de reais ao crime em Guarujá

A corpora√ß√£o encontrou mais de 1,2 tonelada de coca√≠na escondidas em uma casa; destino da droga seria a Europa ou √Āsia.¬†

 

 

Foto: Secretaria de Seguran√ßa P√ļblica de S√£o Paulo (SSP)

Da redação

A Pol√≠cia Civil realizou uma das maiores apreens√Ķes de coca√≠na dos √ļltimos anos no litoral de S√£o Paulo, causando um preju√≠zo de mais de meio bilh√£o de reais ao crime organizado. A a√ß√£o aconteceu na quarta-feira (27), durante a terceira fase da Opera√ß√£o Ver√£o.

Os investigadores do Departamento Estadual de Investiga√ß√Ķes Criminais (Deic) encontraram, em uma casa do Jardim Progresso, em Guaruj√°, pouco mais de 1,2 tonelada de coca√≠na. O entorpecente estava embalado e separado em 1,3 mil tijolos. Uma mulher, de 25 anos, foi presa.

Conforme as investiga√ß√Ķes, o im√≥vel que servia de dep√≥sito estava localizado estrategicamente para viabilizar o transporte do material il√≠cito por meio dos canais at√© o Porto de Santos, onde, provavelmente, seria embarcado em navios. Nos continentes europeu e asi√°tico, cada quilo da droga pode custar de 80 a 90 mil d√≥lares.

‚ÄúTrata-se do maior preju√≠zo ao crime organizado em anos. Essa √© a prova do que estamos enfrentando no litoral de S√£o Paulo: criminosos que, ao longo de d√©cadas, estruturaram uma cadeia il√≠cita por meio do tr√°fico internacional de drogas e que, desta vez, est√£o sendo desarticulados por uma brilhante opera√ß√£o de intelig√™ncia policial‚ÄĚ, afirmou o secret√°rio da Seguran√ßa P√ļblica, Guilherme Derrite.

 

‘Bra√ßo’ do crime organizado j√° era investigado

Os policiais da 1¬™ Delegacia de Pol√≠cia de Investiga√ß√Ķes sobre Roubos e Latroc√≠nios apuravam h√° mais de um m√™s o envolvimento de um “bra√ßo” do crime organizado que estaria atuando no controle do tr√°fico de drogas da Baixada Santista, a partir da cidade do Guaruj√°. O bando, inclusive, √© respons√°vel por confrontos na regi√£o de forma a ‚Äúinibir a a√ß√£o das for√ßas policiais‚ÄĚ na regi√£o, segundo o Deic.

A partir das informa√ß√Ķes do setor de intelig√™ncia da Pol√≠cia Civil, os investigadores foram informados sobre um im√≥vel no distrito Vicente de Carvalho, em Guaruj√°, que estava sendo utilizado para guardar armas de fogo, que seriam distribu√≠das a diversas c√©lulas do crime organizado na regi√£o, al√©m de drogas.

No endere√ßo, os investigadores foram recebidos pela moradora, que forneceu respostas evasivas. Diante das suspeitas, ela informou que homens desconhecidos haviam guardado diversos sacos na parte inferior da casa em um dos c√īmodos, que era cercado por tapumes. Nas buscas, os policiais encontraram os tijolos de coca√≠na embalados e separados em sacos de r√°fia.

A mulher disse aos policiais que o material seria do marido, de 31 anos. Na casa, ainda foram encontrados dois simulacros de arma de fogo, um celular e a certid√£o de casamento da indiciada. O marido, que n√£o estava na casa no momento do flagrante, possui passagem criminal por roubo.

A suspeita foi encaminhada para a delegacia, onde foi autuada por tr√°fico de drogas e associa√ß√£o ao tr√°fico. A pol√≠cia ainda segue nas investiga√ß√Ķes para localizar o companheiro dela e apurar outros envolvidos na organiza√ß√£o criminosa.