PUBLICIDADE

Região / Polícia

Quatro pessoas são mortas durante confronto com a polícia em São Vicente; Operação Verão chega a 38 mortos

O caso ocorreu na noite desta ter√ßa-feira (27), na Rua M√°rio Davis Lerner, no bairro Jardim Rio Branco, √Ārea Continental. Segundo a pol√≠cia, os suspeitos atiraram contra os agentes, que revidaram.¬†

Vídeo: Reprodução / Quarentenário Mil Grau 

Da redação 

Quatro pessoas, sendo dois adolescentes, de 17 anos, e dois homens, de 18 e 31, morreram em confronto com a pol√≠cia, na noite desta ter√ßa-feira (27), em S√£o Vicente. Um homem, de 24, ficou ferido. De acordo com a Secretaria de Seguran√ßa P√ļblica (SSP), policiais militares realizavam uma opera√ß√£o contra o tr√°fico de drogas em uma regi√£o de mangue, na Rua M√°rio Davis Lerner, no bairro Jardim Rio Branco, √Ārea Continental, quando foram surpreendidos por suspeitos armados, que atiraram contra os agentes. Houve troca de tiros e os suspeitos foram atingidos.¬†

Em nota, a Prefeitura de S√£o Vicente informou que o Servi√ßo de Atendimento M√≥vel de Urg√™ncia (Samu) foi acionado e tr√™s v√≠timas foram levadas ao Pronto-Socorro do Rio Branco, onde foram a √≥bito antes de chegar. As duas outras foram para o Hospital do Vicentino. Uma delas morreu no centro cir√ļrgico. O outro, de 24 anos, permanece internado sob escolta policial.¬†

Conforme a SSP, um sexto suspeito, de 29,  foi preso, levado para a delegacia e liberado após ser ouvido. Ele relatou que foi ao local para comprar drogas, quando ouviu a troca de tiros e se escondeu na mata.

A corpora√ß√£o apreendeu 2 rev√≥lveres e 1 pistola, com v√°rias muni√ß√Ķes deflagradas, al√©m de por√ß√Ķes de maconha, crack e coca√≠na, celulares e dinheiro. O local n√£o foi preservado devido √† dificuldade de acesso, ficando prejudicado para per√≠cia.

O caso foi registrado como tr√°fico de drogas, posse ou porte ilegal de arma de fogo, resist√™ncia e morte decorrente de interven√ß√£o policial na Delegacia sede de S√£o Vicente. Os fatos ser√£o investigados pelas pol√≠cias Civil e Militar, com acompanhamento do Minist√©rio P√ļblico e Poder Judici√°rio.

3¬į fase da Opera√ß√£o Ver√£o

Foto: Reprodução

 

Durante a Opera√ß√£o Ver√£o na Baixada Santista, iniciativa voltada ao combate √† criminalidade e a garantia da seguran√ßa da popula√ß√£o, 797 criminosos foram presos, incluindo 301 procurados pela Justi√ßa. Al√©m disso, foram apreendidos 562,4 quilos de drogas e 86 armas ilegais, incluindo fuzis de uso restrito. At√© o momento, 38 pessoas morreram em confronto com a pol√≠cia. Segundo a SSP, todos os casos s√£o investigados pela Pol√≠cia Civil, com o acompanhamento do Minist√©rio P√ļblico e do Poder Judici√°rio.

A a√ß√£o policial foi desencadeada no fim de dezembro do ano passado. Por√©m, a 2¬į e 3¬į fase dela, que desencadeou um grande refor√ßo policial, aconteceram ap√≥s a morte do soldado da Rota, Samuel Wesley Cosmo, no dia 2 de fevereiro, em Santos. Ka√≠que Coutinho do Nascimento, conhecido como ‚ÄúChip‚ÄĚ, de 21 anos, foi preso em Uberl√Ęndia, Minas Gerais, e √© acusado de matar o agente.