PUBLICIDADE

Região / Polícia

SSP retoma Operação Impacto na Baixada Santista

A a√ß√£o policial tem previs√£o de in√≠cio na quarta-feira (15). De acordo com o √≥rg√£o, a a√ß√£o j√° estava no planejamento da SSP, que aguardava o fim de duas outras grandes opera√ß√Ķes que estavam em andamento.¬†

 

Vídeo: Redes Sociais / Guilherme Derrite

Da redação

Ap√≥s a onda de arrast√Ķes no √ļltimo fim de semana, em S√£o Vicente, a Secretaria da Seguran√ßa P√ļblica de S√£o Paulo (SSP) anunciou a retomada da Opera√ß√£o Impacto nos munic√≠pios da Baixada Santista a partir de quarta-feira (15).

Nas redes sociais, o secret√°rio de Seguran√ßa P√ļblica, Guilherme Derrite, disse que o policiamento no Litoral √© prioridade.¬† (veja o v√≠deo acima)

De acordo com o √≥rg√£o, a a√ß√£o j√° estava no planejamento da SSP, que aguardava o fim de duas outras grandes opera√ß√Ķes que estavam em andamento: a do Enem, garantindo a seguran√ßa na aplica√ß√£o das provas nas escolas paulistas, e a terceira fase da SULMaSSP, realizada nas divisas do estado com o Mato Grosso do Sul.

Os Policiais Militares que vão participar da ação ficarão no litoral paulista reforçando a segurança até o início da Operação Verão, prevista para dezembro.

At√© dezembro, haver√° aumento no policiamento e a continuidade nas a√ß√Ķes desencadeadas pelas for√ßas de seguran√ßa do estado na regi√£o para combater a criminalidade. As regi√Ķes mais cr√≠ticas, com registros de ocorr√™ncias, tamb√©m ter√£o policiais do 2¬ļ Batalh√£o de A√ß√Ķes Especiais (Baep) atuando. O Comando de Choque da capital paulista tamb√©m poder√° ser empregado em a√ß√Ķes espec√≠ficas para apoiar as a√ß√Ķes.

Com o início da operação, os policiais vão agir, principalmente, para combater o crime organizado e o tráfico de entorpecentes que, consequentemente, acabam impactando na redução de outros índices criminais.

A SSP tem adotado uma s√©rie de medidas para combater a criminalidade nas cidades do litoral paulista. Houve aumento de efetivo de policiais militares e a√ß√Ķes desencadeadas em conjunto com a Pol√≠cia Civil para identificar e prender quadrilhas que atuam na regi√£o.

Novo Batalh√£o

A SSP tamb√©m confirmou que a obra do novo Batalh√£o da Pol√≠cia Militar em Guaruj√° ser√° retomada, ap√≥s a empresa contratada n√£o ter cumprido com as obriga√ß√Ķes e ter abandonado o servi√ßo. A segunda colocada na licita√ß√£o vai assumir a constru√ß√£o da nova sede.

Com a finaliza√ß√£o da obra, o 21¬ļ Batalh√£o de Pol√≠cia Militar (BPM/I) ser√° transferido para o novo pr√©dio e, dessa forma, o atual edif√≠cio ser√° readequado para receber a Companhia de For√ßa T√°tica. ‚Äú√Č o aumento real de efetivo, como era a promessa desde o in√≠cio da gest√£o‚ÄĚ, lembrou Guilherme Derrite. A previs√£o da SSP √© alocar em Guaruj√° cerca de 150 policiais militares com a cria√ß√£o da Companhia.