PUBLICIDADE

Região / Polícia

Suspeito de matar empresário a mando da esposa é preso em Praia Grande

O homem foi encontrado no Centro de Jundiaí. O crime ocorreu no dia 16 de setembro. 

 

Vídeo: Reprodução 

Por Vinícius Farias 

Um homem, de 24 anos, foi preso por ser suspeito de envolvimento no homic√≠dio do empres√°rio Marcos Rocha, de 48, em Praia Grande. Ele seria o atirador. De acordo com a Secretaria de Seguran√ßa P√ļblica (SSP), foi cumprido um mandado de pris√£o na resid√™ncia onde o suspeito estava, nesta segunda-feira (13), no Centro de Jundia√≠. Ele teria sido pago pela mulher da v√≠tima para cometer o crime.¬†

O caso ocorreu no dia 16 de setembro. Ao sair da adega dele, o empresário foi alvejado por tiros efetuados por um bandido. (veja o vídeo acima)

A pris√£o foi registrada como captura de procurado e cumprimento de mandado de pris√£o tempor√°ria pela Delegacia de Investiga√ß√Ķes Gerais (DIG) de Jundia√≠.

Roubo mandado pela esposa 

Uma mulher, de 46 anos, foi presa na √ļltima quarta-feira (8), ap√≥s confessar ter sido a mandante do assassinato do marido.¬†

Segundo a Pol√≠cia Civil, com a an√°lise das imagens da rua, os agentes da Delegacia de Investiga√ß√Ķes Gerais (DIG ) conseguiram localizar o ve√≠culo que o comparsa criminoso usou na fuga ap√≥s o crime. Com isso, no dia 26 de outubro, os agentes foram ao endere√ßo dele, no munic√≠pio de Jundia√≠, onde flagraram o homem, de 31 anos, com uma pistola calibre 9mm carregada com 15 cartuchos.

Ele informou ter estado em Praia Grande na companhia de um conhecido, o qual teria praticado um crime de homicídio encomendado pela companheira da vítima. Com isso, a autoridade policial representou pela prisão temporária da esposa do empresário.

De acordo com os investigadores, ela foi interrogada e confessou ter mandado matar a v√≠tima frisando, por√©m, que a motiva√ß√£o n√£o seria a obten√ß√£o de ganhos patrimoniais, mas para livrar-se de viol√™ncias e agress√Ķes praticadas pelo empres√°rio reiteradamente. Inicialmente ela teria dito que o marido tinha hist√≥rico de d√≠vidas e era usu√°rio de drogas. Ela teria dito que tinha os comprovantes das transfer√™ncias para agiotas e que estaria disposta a colaborar, mas que estaria muito abalada ainda.

Ela foi presa por envolvimento no crime. O motorista do veículo foi preso em flagrante e diligências prosseguem visando a captura do indivíduo que atirou em Marcos.

O caso

O caso ocorreu na Avenida Guilhermina, no bairro Boqueirão, por volta de 3h. Testemunhas contaram que um rapaz chegou próximo da janela do carro do motorista e efetuou os disparos.

De acordo com a SSP,  ao chegar no local do crime, a Polícia Militar (PM) viu o carro parado e o homem já deitado no chão.

Marcos levou 3 tiros no tórax e foi encaminhado pelo Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital Irmã Dulce, mas não resistiu aos ferimentos.