PUBLICIDADE

Santos / Festas Populares

Cultura cigana traz colorido diferente para a Praça Mauá, em Santos

Da Redação

Cores, movimento e interpretação. A cultura cigana tomou conta da Praça Mauá, Centro Histórico, nesta segunda-feira (24), para marcar o Dia de Santa Sara Kali e o Dia Nacional do Povo Cigano, celebrados em 24 de maio. Foi a apresentação da Tienda Kumpania Romai, um pocket show com teatro e dança, que mostrou a luta, a resistência e a devoção do povo cigano à sua padroeira.

 - REVISTA MAIS SANTOS  - REVISTA MAIS SANTOS

O evento promovido pela Prefeitura de Santos, por meio da Coordenadoria de Promo√ß√£o da Igualdade Racial e √Čtnica (Copire), ligada √† Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), seguiu todos os protocolos sanit√°rios, com distanciamento social e uso obrigat√≥rio de m√°scara. “O povo cigano evidencia muito da sua cultura por meio da dan√ßa e busca o reconhecimento por meio do Estatuto dos Ciganos, que tramita em Bras√≠lia nas casas legislativas, para que pol√≠ticas afirmativas possam ser implementadas para toda sua etnia. S√£o cerca de 500 mil em todo o pa√≠s e Santa Sara √© padroeira desta grande comunidade”, enfatizou o coordenador da Copire, Ivo Evangelista.

Para Imar Lopes, do Coletivo de Mulheres Ciganas Tsara Romai, o 24 de maio “√© um dia de reflex√£o e de resist√™ncia. Em breve, teremos nosso Estatuto. Al√©m disso, a gente celebra a vida e pede a Deus e √† Santa Sara Kali que aben√ßoe as fam√≠lias enlutadas e que logo tenha fim essa pandemia e vacina para todos. Somos uma irmandade”, disse ela, lembrando que a data nacional foi sancionada em 2006.

Fotos: Susan Hortas/PMS