4.2 // TURISMO 

Para quem vai até o Rio de Janeiro curtir o Carnaval e tem alguns dias extras na sua folia, saiba que existem ótimas opções de passeio “bate-volta” partindo da cidade maravilhosa. Com pouco tempo de deslocamento, é possível curtir locais com muita cultura e lazer, garantindo mais diversão à viagem.

“Nesses casos de percursos curtos, a locação de carro é uma ótima alternativa de locomoção, porque é barata, muito confortável e confere a maior liberdade possível. Com cerca de R﹩120,00, o turista consegue alugar um veículo e conhecer um pouco mais do Rio, podendo ainda fazer paradas quando e onde quiser ou circular pela região”, diz Jamyl Jarrus, diretor executivo comercial e de marketing da Movida.

Confira algumas dicas de roteiro para cair na estrada e aproveitar os dias de folga:

Petrópolis (68 km) – há menos de duas horas da capital, o destino mantém o charme europeu das edificações do período imperial, como o Museu Imperial, local onde Dom Pedro II passava suas férias. O maior município da região tem diversas atrações ideais para o turista que busca conhecer mais da história do Brasil, além de poder curtir trilhas e cachoeiras. O Palácio da Quintandinha, que foi construído para ser o maior cassino hotel da América do Sul e recebeu importantes políticos, grande artistas e eventos históricos, também é um ótimo local para conhecer.

Teresópolis (90 km) – O território foi um presente de D. Pedro II à imperatriz Teresa Cristina. Com paisagens românticas e encantadoras, a mais alta cidade do Estado do Rio é cercada pelo Parque Nacional da Serra dos Órgãos, onde fica o Pico Dedo de Deus, com 1.692 metros de altitude. Nas trilhas do parque é possível ver de perto centenas de espécies em extinção. No mirante do Soberbo, no trevo de acesso à Teresópolis há espaço para estacionar o carro e contemplar a vista que une a Baia de Guanabara e Niterói. Destaque para o clima de montanha, a gastronomia e as feiras de artesanato com boas opções de compra.

Saquarema (100 km) – conhecida como a capital nacional do surf, é nesta cidade que fica a famosa praia de Itaúna, uma das mais procuradas do Brasil e onde as ondas podem chegar até 3 metros de alturas. O município também é conhecido como a capital do vôlei, com instalações do Centro Brasileiro de Desenvolvimento de Voleibol e o Museu do Vôlei, aberto à visitação. O Templo do Rock, onde, Serguei, o roqueiro mais antigo do País morava, foi tombado como patrimônio cultural de Saquarema para preservar a memória e levar a história do rock e do cantor. O local está passando por reformas para ser reinaugurado em breve e o acervo do cantor está passando por curadoria para que possa ser exposto à população.

Cabo Frio (156 km) e Arraial do Cabo (165 km) – duas cidades localizadas na região dos lagos, com belas praias de areias brancas e águas cristalinas, ideais para a prática de mergulho. Em Cabo frio, encontra-se a ilha do Japonês, um paraíso com águas calmas e quentes, ótimo para relaxar. No bairro da Passagem, o turista encontra diversos monumentos e edifícios históricos tombados pelo Patrimônio Histórico, como a igreja de São Benedito. O parque das Dunas, área de preservação ambiental localizada na estrada que leva a Arraial do Cabo, é outro local que merece a visita. Já Arraial do Cabo possui um dos melhores pontos para mergulhos do Brasil, com destaque para as prestigiadas praias do pontal do Atalaia, que impressionam com o mar azul-claro. Para chegar é necessário usar o carro, pois estão a cerca de 4 km do Centro.

Ilha Grande – Angra dos Reis (157 km) – com 365 ilhas e um mar de águas verdes, a cidade tem diversos pontos de mergulho. Destaque para Ilha Grande, com suas trilhas, belas praias e uma deliciosa gastronomia. É possível alugar passeios de barco ou lancha para visitar, por exemplo, a Lagoa Azul e a badalada Praia do Dentista.

Penedo (174km) – Penedo é um mergulho – sem praias – na história. Em meio à Mata Atlântica e próxima à Serra da Mantiqueira, é a única colônia finlandesa do Brasil, uma das cidades turísticas mais lindas e peculiares do País. Lugar ideal para quem gosta de estar perto da natureza, o Parque Nacional do Itatiaia fica a meia hora de Penedo e tem trilhas e lindas cachoeiras. Na parte alta, fica o pico das Agulhas Negras, e para completar, a região é um polo gastronômico de dar água na boca – incluindo pratos típicos finlandeses, claro.

saiba antes via instagram @revistamaissantos