PUBLICIDADE

Internacional

Nova York permitirá que construção e manufatura reabram primeiro

Governador do estado apresentou plano de reabertura do comércio

 

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, apresentou um plano de reabertura escalonada da atividade comercial no estado norte-americano mais duramente atingido pela pandemia de covid-19, come√ßando em setores como a constru√ß√£o civil e nas regi√Ķes menos afetadas pela doen√ßa.

Cuomo n√£o divulgou um cronograma, mas a ordem estadual de confinamento domiciliar deve terminar em 15 de maio. O governador disse anteriormente que as √°reas com menor n√ļmero de casos de infec√ß√£o pelo novo coronav√≠rus podem pensar em reabrir ap√≥s essa data.

Embora pouco espec√≠fico, o plano revelado por Cuomo, em sua entrevista di√°ria, foi o esbo√ßo mais detalhado at√© agora sobre como o estado – epicentro da crise nos Estados Unidos – come√ßar√° a afrouxar as restri√ß√Ķes aos neg√≥cios e √† vida cotidiana.

Cuomo disse que entende os sentimentos dos manifestantes que pedem uma reabertura mais veloz, mas também alertou que agir rápido demais poderia provocar uma ressurgimento do vírus, que já matou quase 20 mil pessoas no estado.

“D√° para fazer isso por um per√≠odo de tempo curto, mas n√£o d√° para fazer isso para sempre”, disse o governador, referindo-se √†s ordens de isolamento que est√£o em vigor desde meados de mar√ßo. “Mas reabrir √© mais dif√≠cil do que o fechamento”.

Segundo ele, construção, manufatura e varejistas selecionados podem voltar à ativa em uma primeira fase da reabertura, seguida por uma segunda fase que incluiria as finanças, o apoio administrativo e os setores de imóveis e aluguéis.

*Ag√™ncia brit√Ęnica de not√≠cias

 

Fonte: Agência Brasil

Foto: Jermaine Ee/Unsplash