REGIÃO 

Com o objetivo de dar continuidade a iniciativa #culturaemcasa, o Museu do Café – da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São de Paulo – prepara novidades relacionadas ao conteúdo online da instituição, que já conta com recursos como o tour virtual pelo prédio, espaços interativos e informações sobre o acervo. Um dos destaques é a exposição virtual “Calixto: discurso do progresso e identidade paulista”. A mostra, em cartaz no edifício da antiga Bolsa Oficial desde abril de 2019, será adaptada para a Internet e liberada no dia 20 de abril. A curadoria busca apresentar detalhes das telas de Benedicto Calixto presentes no MC.

Também neste período, a série “Arquitetura do Café”  oferece curiosidades sobre esses dois temas, tão interligados. No início do século 20, o centro da cidade de Santos crescia atrelado a faixa portuária, sendo praticamente toda ocupada por comissárias, exportadores e armazéns. Os dados sobre diversas dessas firmas se perderam ao longo dos anos, entretanto, os esforços de mapeamento da equipe de pesquisa do Museu permitirão que o assunto seja descoberto pelos internautas.

Quarentena, comércio parado e isolamento social. Pode parecer que estamos falando da nossa vida agora, em meio a pandemia de COVID-19, mas estas três palavras eram bastante recorrentes na região em meio ao “boom” do café na virada do século 19 para o 20. Tal temática é essencial para a reflexão da atual pandemia e, por isso, o museu trará um conjunto de postagens intituladas “Epidemias em Santos”, em parceria com o Museu da Imigração

REDES SOCIAIS 

Ainda empenhando-se no sentido de trazer para perto os seguidores do Museu, a equipe vai desenvolver ações colaborativas nas redes sociais (@museudocafe). O principal conceito, que busca instigar a participação, se dará em torno da questão “Como é o seu café?”. Ao propor essa reflexão, o MC espera receber fotos, vídeos, arte, poemas e qualquer outra forma de expressão artística, cultural e emocional e, então, replicar o material nos perfis oficiais. Já na iniciativa “Linha do Tempo”, acontecerão 12 postagens com informações de como esse produto surgiu, sua expansão pelo mundo e pelo Brasil, a influência nas relações de trabalho, sociais e econômicas, assim como nas transformações urbanas.

Mais uma frente de atuação inclui os depoimentos de história oral, trabalho de entrevistas com personagens ligados à história do grão, realizado há anos pelos pesquisadores. Trechos inéditos captados em programas como “Memória do comércio de café em Santos” e “Café Árabe” serão disponibilizados para o público, que pelas vozes de diversos depoentes, vão descobrir como o café faz parte de suas vidas.

Museu do Café

Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos/SP

museudocafe.org.br

saiba antes via instagram @revistamaissantos