4.2 // TURISMOCOTIDIANO

Bancas poderão ser pontos para auxílio de turistas

Os turistas que visitarem Santos contarão com ajuda extra para obter informações sobre a Cidade e seus pontos de interesse. Foi sancionada na tarde desta quarta-feira (12) a lei que amplia a atuação de bancas de jornais para que prestem informações turísticas.

Com o nome de Banca de Apoio ao Turismo, Ouvidoria e Cidadania (Batoc), a iniciativa permitirá que os proprietários destes estabelecimentos sejam capacitados para auxiliar os visitantes e, ainda, recebam sugestões da população, como uma extensão da Ouvidoria Municipal.

Atualmente, Santos possui 284 bancas. O estabelecimento que se tornar Batoc terá que divulgar as atrações turísticas, culturais, esportivas e de lazer; estimular a solidariedade entre visitantes e moradores; prestar serviços de utilidade pública; auxiliar na localização de ruas e imóveis; orientar sobre o transporte público; distribuir materiais informativos e publicitários do turismo local e participar de campanhas de interesse público e turístico.

Além de receber folders da Prefeitura, as bancas terão adesivos com QR code do Portal de Turismo (www.turismosantos.com.br). Com o novo projeto, as bancas também poderão comercializar ingressos de teatro e cinema, eventos esportivos e culturais, por exemplo. Para isso, serão identificadas com painéis, faixas e outros materiais de comunicação com a logomarca da Prefeitura.

Quem aderir ao projeto terá como contrapartida a isenção da Taxa de Licença para Localização e Funcionamento e do preço Público pela Ocupação de Área por até oito anos, com renovação anual, e o direito de vender produtos de conveniência e suvenires em até 40% do espaço da banca (exceto bebidas alcoólicas).

CADEIA PRODUTIVA

Durante a cerimônia que marcou a sanção da lei, na Sala de Situação do Paço Municipal, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa destacou que ela é fundamental porque favorece o turismo, setor que gera empregos e ajuda a movimentar a cadeia produtiva. “E, considerando a realidade econômica, sabemos que qualquer incentivo é muito importante”.

De acordo com o ouvidor municipal, Rivaldo Santos, um decreto será publicado no Diário Oficial (www.santos.sp.gov.br) e detalhará como será a capacitação dos proprietários das bancas – que ficará a cargo da Secretaria de Turismo e da Ouvidoria – e como será feita a adesão à iniciativa. “Sabemos das dificuldades que os permissionários estão enfrentando com o avanço das mídias digitais. Essa proposta possibilita uma alternativa para que prestem um serviço de interesse público”.

O secretário de Turismo, Odair Gonzalez, destacou que a lei oficializa o que as bancas sempre fizeram informalmente. “Sempre foram pontos para mostrar a Cidade aos turistas. Tenho certeza que, capacitados, poderão ajudar muito mais”.

Proprietária de uma banca na Avenida Governador Pedro de Toledo (Boqueirão), Maria da Penha Costa confirma a vocação destes comerciantes para o auxílio ao turismo. “Sempre

prestamos muitas informações, até porque minha banca fica um local com muitos turistas. Acho essa iniciativa muito positiva”.

 

Foto: Raimundo Rosa

saiba antes via instagram @revistamaissantos