SANTOS 

Por Bárbara Farias

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal (Relações Exteriores), Professor Doutor Augusto Santos Silva, visitou a Sociedade Portuguesa de Beneficência na manhã desta terça-feira (17). Candidato a deputado pelo círculo eleitoral fora da Europa, o ministro, que é sociólogo, está no Brasil em campanha. As eleições legislativas para a Assembleia da República serão realizadas no próximo dia 6 de outubro, em Portugal.

O ministro das Relações Exteriores, Augusto Silva, foi recebido pelo presidente da Sociedade Portuguesa de Beneficência, Ademir Pestana, que mostrou a ele as dependências da instituição. “É muito importante para a Beneficência Portuguesa recebe-lo, apesar de ser um período de campanha eleitoral. Mas, para nós, nesses 160 anos da Beneficência, é muito importante receber um ministro, um sociólogo, considerado um intelectual em Portugal e até na Europa. É muito bom para reforçar esse intercâmbio entre as comunidades (portuguesa e brasileira), fortalecer a comunidade no Brasil. A Beneficência, por ser uma instituição de origem portuguesa tem uma história que a gente procura preservar”, afirmou Pestana.

O ministro foi convidado, por ocasião de sua visita, a deixar uma mensagem no livro assinado pelo Imperador Dom Pedro II, em uma das reuniões de diretoria da Sociedade Portuguesa de Beneficência. “É um livro que registra assinaturas de Dom Pedro II, da Princesa Isabel. Ele (Augusto Silva), hoje, foi convidado a deixar uma mensagem de Portugal para o Brasil no livro, que tem ainda Gago Coutinho, dois presidentes de Portugal, a filha de Anita Garibaldi, Mário Covas, Geraldo Alckmin, Ciro Gomes, entre outras personalidades tanto brasileiras quanto portuguesas que vieram visitar a Beneficência”, disse ele.

O ministro foi convidado, por ocasião de sua visita, a deixar uma mensagem no livro assinado pelo Imperador Dom Pedro II (Isabella Graça/Revista Mais Santos)

 

Considerada uma das principais instituições de origem portuguesa em terra brasileira, a Beneficência Portuguesa de Santos recebe com frequência, a visita de autoridades lusas.

O ministro Augusto Santos Silva concorre a uma cadeira da Câmara dos Deputados, no círculo fora da Europa, pelo Partido Socialista (PS). Desde 1999, o PS não tem um representante no círculo fora da Europa, que abrange a emigração portuguesa em todos os continentes, além do europeu. “A Assembleia da República organiza-se por listas e círculos. Eu e o meu colega, Paulo Porto, somos os candidatos às duas vagas que existem nesse círculo (fora da Europa)”, explicou.

O professor afirma que é a primeira vez que um ministro das Relações Exteriores de Portugal concorre a deputado pelo círculo fora da Europa. “Tenho muita honra em fazê-lo”. Ele afirma que se ausentou das funções no Governo português por três dias para cumprir sua agenda de visitas às instituições de comunidades portuguesas no Brasil. O professor já visitou as capitais do Rio de Janeiro e São Paulo.

O ministro afirma que a maior comunidade lusitana fora de Portugal está concentrada no Brasil. “Do Ponto de Vista de portugueses registrados nos nossos diferentes consulados, são praticamente 800 mil, o que nos leva a estimar em cerca de 1 milhão os portugueses e descendentes que vivem no Brasil”, afirma. Augusto Silva comenta ainda que deste universo, estão aptos a votar nas eleições portuguesas 220 mil eleitores residentes em todo o Brasil. “O Brasil é de longe o país que mais votos concentra dentro do círculo fora da Europa”, observou.

Augusto Silva Santos

Autor de vários livros voltados para o conhecimento das ciências sociais, da sociologia da cultura e do desenvolvimento, e do pensamento político, o ministro Augusto Santos Silva, nascido no Porto, hoje, aos 63 anos é considerado um dos homens mais cultos do país. Ele que já ocupou vários cargos políticos desde 1999, como ministro dos Negócios Estrangeiros, é responsável pela formulação, coordenação e execução da política externa do país.

 

saiba antes via instagram @revistamaissantos