PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

UPA Zona Leste desativar√° hospital de campanha a partir de segunda-feira

Da Redação

Ser√° desativado, a partir de segunda-feira (17), o hospital de campanha montado pela Prefeitura de Santos na UPA Zona Leste (Pra√ßa Visconde de Ouro Preto s/n¬ļ), voltado ao tratamento de pacientes covid-19. No pr√≥ximo dia 27, a unidade iniciar√° o atendimento de urg√™ncia e emerg√™ncia, sua finalidade original, nas √°reas de cl√≠nica m√©dica, pediatria e ortopedia.

O hospital de campanha começou a funcionar no dia 19 de abril com 46 leitos, sendo cinco de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 41 de clínica médica. Com a chegada de respiradores enviados pelo Governo do Estado, 15 leitos de clínica médica foram transformados em de UTI, chegando assim a 20 leitos destinados aos casos de maior complexidade.

“Estamos iniciando, a partir do hospital de campanha da UPA Zona Leste, a desativa√ß√£o gradativa e segura dos leitos hospitalares para pacientes covid-19, pois os n√ļmeros de interna√ß√Ķes est√£o em queda e temos uma taxa de ocupa√ß√£o em torno de 30%”, explica o secret√°rio municipal de Sa√ļde, F√°bio Ferraz. Ele ressalta que os cuidados preventivos e de distanciamento social devem continuar pela popula√ß√£o e a rede municipal seguir√° com 403 leitos covid-19 dispon√≠veis para interna√ß√£o, 129 deles de UTI.

Maior UPA da Cidade

A UPA Zona Leste tem 3 mil m¬≤, tr√™s vezes maior do que o antigo Pronto-Socorro que funcionava no mesmo endere√ßo, sendo a maior da Cidade. Ela funcionar√° todos os dias (24 horas) e tem previs√£o de realizar mensalmenteat√© 2,7 mil procedimentos ambulatoriais, 12 mil exames diagn√≥sticos e 15 mil consultas m√©dicas – o dobro do n√ļmero de consultas realizadas pelo atual PS Provis√≥rio.

A partir da opera√ß√£o da UPA da Zona Leste como unidade de pronto atendimento, ser√° conclu√≠da a remodela√ß√£o da rede de urg√™ncia e emerg√™ncia do Munic√≠pio ‚Äď ap√≥s as inaugura√ß√Ķes da UPA Central (janeiro de 2016) e da UPA Zona Noroeste (fevereiro de 2019).

Estrutura

A unidade contar√° com 31 leitos de observa√ß√£o, sendo 24 de observa√ß√£o adulto, cinco de emerg√™ncia e dois de observa√ß√£o pedi√°trica; cinco consult√≥rios (tr√™s de cl√≠nica geral, um de ortopedia e outro de pediatria); salas de raio-X e emerg√™ncia, √°rea para desembarque de ambul√Ęncia, entre outros espa√ßos.

A gest√£o compartilhada do equipamento √© feita entre a Secretaria Municipal de Sa√ļde e a organiza√ß√£o social Pr√≥-Sa√ļde, vencedora de chamamento p√ļblico. O contrato tem valor mensal de R$1,7 milh√£o e tamb√©m inclui servi√ßo de remo√ß√£o de pacientes, visando desafogar o Servi√ßo de Atendimento M√≥vel de Urg√™ncia (Samu).

Fotos: Divulgação/PMS