PUBLICIDADE

Edição Semanal

Felicidade: A busca incessante por este momento

Para alguns, felicidade é uma rápida trégua entre uma tempestade e outra. A opinião é da cronista Martha Medeiros, autora do livro “Felicidade Crônica”, que faz um alerta: “por constatações de que a felicidade, muitas vezes, chega de mansinho e é preciso um olhar treinado para avistá-la”.

Esta semana, dia 20 de março, iremos celebrar o Dia Internacional da Felicidade. Inevitavelmente você já deve estar se perguntando: eu sou feliz? Difícil encontrar a resposta exata para este questionamento, pois com o tempo analisamos várias situações, vivemos diversas experiências e concluímos que a alegria incomoda e desperta desejos, pois haverá aqueles que querem entender seu estado de felicidade e aproveitar a receita para aplicar em sua vida.

Em Crônicas da Cidade, Antônio Penteado Mendonça faz uma revelação importante: “A felicidade existe sim, e não é só uma árvore toda arriada de dourados pomos que nós pomos onde não estamos, ou estamos onde não a pomos. A felicidade existe sim, e vive nas coisas mais simples. Para encontrá-la não é preciso atravessar oceanos, nem buscar o pote de ouro no fim do arco-íris. A felicidade está muito mais perto, aliás, ela está sempre perto, e só depende de nós vê-la e cultivá-la.”


PUBLICIDADE