PUBLICIDADE

Edição Semanal

Semente de arte, arquiteto Paulo Mendes da Rocha, que morreu dia 23, deixou legado por aqui: o projeto do futuro Museu de Arte de Santos

O arquiteto Paulo Mendes da Rocha, que morreu no último dia 23 de maio, aos 92 anos, tinha uma relação especial com a cidade de Santos. A relação foi consolidada ao longo de anos e ganhou um “anel de compromisso”: o projeto do Museu de Arte de Santos (MAS), “vizinho de fundo” da sede da Fundação Pinacoteca Benedicto Calixto, o belo Casarão Branco de frente para o mar. Embora ainda não tenha saído do papel, a iniciativa selou o caso de amor do renomado profissional com a Baixada.
A comissão especial da Pinacoteca que trata do assunto tem o engenheiro André Monteiro de Fazio como presidente. Ele lembra com carinho do início das tratativas com Paulo Mendes da Rocha, que resultaram num projeto arrojado e totalmente adequado ao espaço, apresentado em 2010, em completa harmonia com a sede da Pinacoteca.

 


PUBLICIDADE