PUBLICIDADE

Internacional

Isaquias Queiroz é ouro na canoagem nos Jogos Olímpicos; baiano começou no esporte em São Vicente

Da Redação

Isaquias Queiroz conquistou a medalha de ouro na prova do C1 1000 m da canoagem velocidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio, com o tempo de 4m04s408. O baiano de Ubaitaba começou a treinar ainda garoto em São Vicente.

√Č a quarta vez que ele chega a um p√≥dio ol√≠mpico – e a primeira vez com a cor dourada. Nos Jogos do Rio, em 2016, Isaquias havia ganhado duas pratas e uma de bronze.

O atleta se iguala em n√ļmero de medalhas a Serginho, do v√īlei, e Gustavo Borges, da nata√ß√£o.¬†Apenas dois atletas chegaram a cinco medalhas pelo Pa√≠s nos Jogos: os velejadores Robert Scheidt, ainda na ativa, e Torben Grael, j√° aposentado de competi√ß√Ķes ol√≠mpicas.

A medalha de prata ficou com o chinês Hao Liu, com 4m05s724. O bronze é de Serghei Tarnovschi, da Moldávia, com 4m06s069.

“T√ī meio que a√©reo ainda… √Č diferente ganhar uma medalha de ouro. Estou feliz, mas estou mais feliz por estar deixando voc√™s no Brasil mais felizes”, disse Isaquias, logo depois da prova. E ficou ainda mais emocionado quando viu no celular a imagem do filho Sebastian ao conceder entrevistas e antes de vibrar no p√≥dio.

O ouro de Isaquias Queiroz é o quinto do Brasil em Tóquio. O País, chegou, até o momento, a 17 medalhas na Olimpíada e neste final de semana irá superar o recorde de 19 pódios, alcançado na edição de 2016, no Rio.

Foto: Reprodução