PUBLICIDADE

Regi√£o / Cotidiano

Liminar exige retorno parcial de empregados da Viação Litoral Sul, em Itanhaém

Da Redação

A Prefeitura de Itanha√©m obteve liminar na Justi√ßa exigindo a manuten√ß√£o de 70% (setenta por cento) da frota de ve√≠culos em atividade, dos trabalhadores e da presta√ß√£o dos servi√ßos de transporte p√ļblico em opera√ß√£o nos hor√°rios de pico (6h √†s 9h e das 16h √†s 19h) e de 50% (cinquenta por cento) nos demais hor√°rios, sob pena de arcar com o pagamento de multa no valor de R$5.000,00 por trabalhador que n√£o cumprir a ordem.

Desde ontem, motoristas e demais empregados da Viação Litoral Sul, que opera o transporte coletivo urbano de Itanhaém, estão em greve.A decisão é de Tereza Aparecida Asta Gemignani, desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região e vale para retorno imediato, a partir da notificação do sindicato.

Além disso, ela determina uma audiência de conciliação por videoconferência para o dia 24 de novembro, às 14h30, visando uma solução definitiva.

De acordo com o sindicato, a greve √© por causa de atrasos nos sal√°rios, na cesta-b√°sica, no vale-refei√ß√£o, no plano de sa√ļde e tamb√©m nos dep√≥sitos do fundo de garantia por tempo de servi√ßo (FGTS).

A Litoral Sul tem 45 ve√≠culos em 25 linhas, com 150 funcion√°rios, sendo 110 motoristas, 32 na manuten√ß√£o e oito no escrit√≥rio. √Č a quinta greve desde 2019, sempre pelos mesmos motivos.