PUBLICIDADE

Regi√£o / Meio Ambiente

Em Guarujá, 180 kg de lixo são recolhidos das praias durante ação ambiental

Da Redação

Considerado um dos maiores eventos n√°uticos de limpeza do mar no estado, a a√ß√£o ambiental “Navegar √© preservar” fez a retirada de aproximadamente 180 kg de lixo em Guaruj√°, nas praias do Guai√ļba e da Enseada, nos dias 18 e 20 de setembro. Entre os principais objetos recolhidos, foram observados res√≠duos pl√°sticos como canudos, bitucas de cigarros e tampinhas de garrafas.

A ação de limpeza marítima foi realizada em conjunto por 10 prefeituras da Baixada Santista e Litoral Sul, além de órgãos como a Polícia Militar Náutica, Corpo dos Bombeiros, Fórum Náutico Paulista, Governo Estadual e Marinha do Brasil.

As atividades locais foram coordenadas pelas secretarias municipais de Meio Ambiente, Turismo, Desenvolvimento Econ√īmico e Portu√°rio e Educa√ß√£o, sendo desenvolvidas din√Ęmicas de conscientiza√ß√£o ambiental, limpeza e coleta de lixo das faixas de areia e fundo do mar, exposi√ß√Ķes de fotos de lixo coletados no mar, praias e manguezais, e a assinatura de um Termo de Compromisso √Čtico pela Sustentabilidade.

A programação seguiu com um comboio de limpeza das praias da Baixada Santista e Litoral Sul do Estado até a cidade de Cananéia, onde a programação foi encerrada com o Festival das Ostras.

Para o bi√≥logo F√°bio Nunes, al√©m de impactar as esp√©cies marinhas, os res√≠duos descartados nas praias tamb√©m interferem na vida da popula√ß√£o. “O micro e o nano lixo s√£o um material particulado que acabam se deteriorando, sendo incorporado na biomassa de organismos marinhos e, consequentemente, podem chegar na cadeia artr√≥fica dos seres humanos”, relata.

E ressalta que “essa a√ß√£o mostra que proteger o meio ambiente √© assunto s√©rio, e combater os efeitos da crise clim√°tica passa por preservar e respeitar a vida marinha”.

Foto: Hygor Abreu/Divulgação Prefeitura Municipal de Guarujá