PUBLICIDADE

Regi√£o / Meio Ambiente

Primeira leva de ovos de tartaruga-de-couro de Itanhaém não vingou ,diz Biopesca

Da Redação

Todos os 103 ovos da tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea) recolhidos no √ļltimo s√°bado (8) do ninho na praia do Suar√£o, em Itanha√©m, estavam gorados e, na sua maior parte, em decomposi√ß√£o. Isso significa que n√£o foram fecundados, ou seja, n√£o houve o desenvolvimento de embri√Ķes.

O recolhimento foi necessário devido à maré muito alta ocasionada por uma ressaca que, ao remover a areia, deslocou os ovos. Com o risco de que fossem levados pela água, a equipe do Instituto Biopesca (IBP) recolheu os ovos e os levou para análise em laboratório, localizado em sua sede, na Praia Grande.

 - REVISTA MAIS SANTOS  - REVISTA MAIS SANTOS

Agora, são aguardadas melhores chances de nascimento nos ninhos localizados em outras duas praias, a do Satélite e a do Centro. A tartaruga-de-couro fez o ninho na praia do Suarão no dia 19 de fevereiro, totalizando 79 dias desde a desova. Os outros dois ninhos, nas praias do Satélite e do Centro, foram feitos respectivamente nos dias 5 e 17 março. O período de eclosão dos ovos deve ocorrer entre 60 e 90 dias.

O Instituto Biopesca √© uma das institui√ß√Ķes executoras do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produ√ß√£o e escoamento de petr√≥leo e g√°s natural na Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama.

Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, por meio do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.

O projeto é realizado desde Laguna/SC até Saquarema/RJ, sendo dividido em 15 trechos. O Instituto Biopesca monitora o Trecho 8, compreendido entre Peruíbe e Praia Grande.
Para mais informa√ß√Ķes, acesse www.comunicabaciadesantos.com.br.

Fotos: Instituto Biopesca/Divulgação