PUBLICIDADE

Região / Polícia

Justiça concede prisão preventiva a procurador que agrediu colega em Registro

Da Redação

A Justi√ßa concedeu a pris√£o preventiva, ap√≥s solicita√ß√£o da autoridade policial, do procurador Dem√©trius Oliveira Macedo. Ele √© o autor das agress√Ķes cometidas contra Gabriela Monteiro de Barros, procuradora geral de Registro. Dilig√™ncias prosseguem visando essa provid√™ncia.

Demétrius já havia sido suspenso por 30 dias pela Prefeitura, com prejuízo dos vencimentos, em decisão publicada no Diário Oficial do Município.

Nas imagens registradas e que ganharam o Brasil inteiro, Demétrius agride Gabriela com socos e chutes, além de xingamentos. Ele também faz algo parecido com outra funcionária para seguir batendo em Gabriela, que tenta ser afastada por outra moça no escritório.

Gabriela Monteiro de Barros disse que iria pedir medida protetiva contra o agressor. Por sua vez, Dem√©trius chegou a estar no 1¬ļ DP de Registro, confessou a agress√£o e alegou ter feito isso em raz√£o de ass√©dio moral sofrido. Ele havia sido liberado na ocasi√£o porque o delegado considerou que n√£o havia situa√ß√£o de flagrante.

Foto: Reprodução