PUBLICIDADE

Região / Polícia

Procurador de Registro que atacou a chefe vira réu por tentativa de feminicídio

Da Redação

A Justi√ßa acatou nesta ter√ßa-feira (28) a den√ļncia do MPSP contra o procurador municipal de Registro, no Vale do Ribeira, Dem√©trius Oliveira de Macedo, que agrediu a procuradora Gabriela Samadello Monteiro de Barros, sua chefe, dentro da prefeitura. A decis√£o √© do juiz Raphael Ernane Neves, da 1¬™ Vara de Registro, e torna o procurador r√©u por tentativa de feminic√≠dio, inj√ļria e coa√ß√£o no curso do processo.

Macedo foi preso preventivamente ap√≥s um v√≠deo com as agress√Ķes vir a p√ļblico. ‚ÄúO Minist√©rio P√ļblico apresentou descri√ß√£o suficiente dos fatos criminosos relacionados √† ofensa √† integridade corporal‚ÄĚ, diz um trecho da decis√£o. A den√ļncia, apresentada pelos promotores de Justi√ßa Ronaldo Muniz e Daniel Godinho, mostra que Macedo agiu com ‚Äúevidente intento homicida‚ÄĚ e ‚Äútentou matar‚ÄĚ Gabriela. De acordo com os membros do MPSP, o crime s√≥ n√£o foi consumado porque houve a interven√ß√£o de outras pessoas.

As agress√Ķes ocorreram no √ļltimo dia 20, ap√≥s a abertura de um processo disciplinar contra o procurador municipal, motivado pela agressividade no trabalho. O epis√≥dio foi registrado em v√≠deo. Ap√≥s derrubar Gabriela, ele d√° socos e pontap√©s na procuradora. Outras duas servidoras tentam cont√™-lo. Uma delas √© empurrada com viol√™ncia contra uma porta fechada. A outra arrasta Gabriela para tentar afast√°-la do agressor. O procurador s√≥ foi contido ap√≥s a interven√ß√£o de outros funcion√°rios que ouviram os gritos de socorro.

Foto: Reprodução