PUBLICIDADE

Região / Polícia

Regi√£o de Santos reduz estupros e roubos de cargas em junho

Da Redação

A regi√£o de Santos terminou o m√™s de junho com redu√ß√£o nos casos de estupros e nos roubos de cargas. No per√≠odo, os homic√≠dios dolosos permaneceram est√°veis e os latroc√≠nios e extors√Ķes mediante sequestro ficaram zerados. A quantidade de pris√Ķes aumentou.

Os estupros recuaram 4,5% no m√™s passado, se comparado a junho de 2020. O n√ļmero passou de 44 para 42. Nos roubos de cargas a queda foi de dois boletins, passando de 23 para 21. As extors√Ķes mediante sequestro, por sua vez, permanecem zeradas desde 2011.

Em contrapartida, os roubos a bancos tiveram o acréscimo de uma ocorrência (de 0 para 1), enquanto os roubos em geral oscilaram de 848 para 920 e os roubos de veículos, de 49 para 84. Semelhante ocorreu com os furtos em geral e de veículos. O primeiro passou de 1.973 para 2.221 e o segundo de 147 para 191.

Homicídios e latrocínios

No m√™s passado, a regi√£o contabilizou oito boletins de homic√≠dios dolosos, com oito v√≠timas, assim como ocorreu em junho de 2020. O n√ļmero √© o menor da s√©rie hist√≥rica.

 - REVISTA MAIS SANTOS

Com isso, as taxas dos √ļltimos 12 meses (de julho de 2020 a junho de 2021) ficaram em 6,73 ocorr√™ncias e 7,01 v√≠timas de morte intencional para cada grupo de 100 mil habitantes.

Os casos e vítimas de latrocínio, no entanto, permaneceram zerados pela terceira vez consecutiva.

Produtividade

O trabalho das pol√≠cias paulistas na regi√£o de Santos, em junho, resultou em 807 pris√Ķes ‚Äď aumento de 19,1%, se comparado a igual m√™s de 2020, quando houve 673 pris√Ķes.

Além disso, foram apreendidas 52 armas de fogo ilegais e registrados 199 flagrantes por tráfico de entorpecentes.

Foto