PUBLICIDADE

Regi√£o / Sa√ļde

Cápsula respiradora é alternativa no tratamento do novo coronavírus

Da Redação

Uma c√°psula inovadora de respira√ß√£o est√° contribuindo no tratamento do novo coronav√≠rus (Sars-CoV-2) e evitando a necessidade de intuba√ß√£o em diversos hospitais pelo Brasil e, mais recentemente, na Baixada Santista. Conhecida como ‚Äú7Lives Helmet‚ÄĚ, a solu√ß√£o de tecnologia nacional ajuda na recupera√ß√£o de pacientes antes mesmo de darem entrada nas Unidades de Terapia Intensiva.

Regulamentado pela ANVISA, o equipamento desenvolvido pela Agile Med em parceria com a Promoinfl√°veis (maior transformadora de PVC flex√≠vel infl√°vel do Brasil), registrado e fabricado pela Medicalway, vem sendo um importante aliado para evitar o colapso nas UTI¬īs. Sua estrutura consiste em uma interface de ventila√ß√£o n√£o-invasiva, que funciona como um capacete com filtros e exaust√£o antiviral e antibacteriana.

O paciente fica dentro da c√°psula recebendo press√£o e ar renovado, reduzindo a necessidade de intuba√ß√£o. Com fechos ajust√°veis que oferecem maior seguran√ßa, conforto e agilidade na limpeza, a c√°psula ‚Äú7Lives Helmet‚ÄĚ √© produzida, em sua maior parte, de material PVC at√≥xico, tendo sua membrana de veda√ß√£o do pesco√ßo em l√°tex . Pr√≥xima √† boca, h√° uma v√°lvula de alimenta√ß√£o.

 - REVISTA MAIS SANTOS

Segundo o fisioterapeuta e CEO da Agile Med, Renato Abreu, a tecnologia foi
adquirida na região em um importante momento em que há a necessidade de uma intervenção mais eficaz. “Incorporamos a cápsula em importantes
hospitais do país, como o Hospital de Clínicas de São Bernardo do Campo,
Hospital Estadual M√°rio Covas, Hospital Samaritano, Hospital Portinari, Rede D‚ÄôOr Jabaquara, entre outros. Diante de um momento cr√≠tico na sa√ļde por conta da pandemia, ficamos honrados em poder contribuir com uma tecnologia que, de fato, salva vidas‚ÄĚ, diz.

Atualmente, cinco hospitais dos munic√≠pios de Santos, Praia Grande e Guaruj√° est√£o utilizando o equipamento. Para Renato Abreu, a c√°psula respiradora permite uma importante resposta na recupera√ß√£o destes pacientes. ‚ÄúEntendemos o qu√£o importante para os hospitais √© encontrar novas solu√ß√Ķes que tragam boas respostas no tratamento da Covid-19. A tecnologia surge para auxiliar, ainda mais, as equipes m√©dicas diante de um cen√°rio problem√°tica na sa√ļde em todo o pa√≠s‚ÄĚ, conclui.

Dados atualizados da Organiza√ß√£o Mundial de sa√ļde (OMS) apontam que
aproximadamente 14% das pessoas que testam positivo para a Covid-19
requerem de hospitalização e suporte de oxigênio, sendo que 5% destes dão
entrada em Unidades de Terapia Intensiva.

Fotos: Divulgação