PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Bancários de Santos protestam contra fechamento de agências do Banco do Brasil

Da Redação

Os bancários do Banco do Brasil e a diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região paralisaram duas agências no Centro de Santos na manhã desta sexta-feira (15). O protesto é contra a reestruturação anunciada recentemente pelo BB, que pretende fechar agências e desligar cerca de 5 mil funcionários em todo o país.

Além de retardar o atendimento, os manifestantes colocaram cartazes e entregaram cartas abertas à população e clientes. O ato foi realizado em várias cidades de São Paulo e de outros estados.

Em Santos, duas ag√™ncias est√£o entre as 112 ser√£o fechadas, de acordo com o plano de reorganiza√ß√£o para ganhos de efici√™ncia operacional aprovado no √ļltimo dia 11. Uma delas na Rua D. Pedro II (onde houve manifesta√ß√£o nesta sexta), no Centro. A outra fica na esquina da Avenida Almirante Cochrane com a Av. Epit√°cio Pessoa, no Embar√©.

Ainda segundo o plano, outras 243 agências serão convertidas em postos de atendimento. Também serão encerradas as atividades de sete escritórios e 242 postos de atendimento. E está prevista a transformação de 145 unidades de negócios em Lojas BB. Tudo isso no primeiro semestre deste ano.

De acordo com o sindicato, o desmonte do BB é injustificável. O crescimento do banco, em termos normais, foi de 122% no lucro líquido de 2016 a 2019. Também apresentou alta de 22% na receita de tarifas no mesmo período.

Apesar disso, o quadro de funcionários é cada vez mais reduzido. Segundo a entidade, passou de 109.864 para 92.106 entre 2016 até o terceiro trimestre de 2020. Uma redução relativa de 16%. A quantidade de agências também caiu e foi de 5.428 para 4.370. Queda de 19%.

‚ÄúNenhum outro banco facilita empr√©stimos com juros mais baixos aos micros, pequenos e m√©dios agricultores, empresas e com√©rcio em geral, instalados em pequenas cidades. Financia esporte, cultura e outras √°reas sociais. A import√Ęncia para a sociedade brasileira, o fomento de empregos e riquezas √† na√ß√£o √© extraordin√°ria e essencial ao Pa√≠s. Os bancos privados s√≥ objetivam o lucro, sem se importar com os brasileiros‚ÄĚ, disse Eneida Koury, presidente do sindicato e funcion√°ria do BB.

Foto da capa: Divulgação/Sindicato dos Bancários de Santos e Região