PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Bons exemplos: dotes culin√°rios ajudam massoterapeuta a enfrentar a pandemia

Da Redação

√Č fato que os preju√≠zos emocionais e financeiros provocados pela pandemia atingiram boa parte dos brasileiros e, por que n√£o dizer, a popula√ß√£o mundial. Algumas dessas pessoas se conformaram com as inevit√°veis mudan√ßas de comportamento social e estilo de vida. Outros decidiram arrega√ßar as mangas e de fato virar o jogo.

Rodrigo Nunes Fonseca, 40 anos, é massoterapeuta. Esta é somente uma de tantas outras habilidades que desenvolveu em sua vida. Algumas por necessidade financeira e outras por sentir prazer em atuar. Independente do caminho percorrido, uma certeza sempre o moveu: nunca estar parado.

‚ÄúHoje posso falar de boca cheia que vivo da massoterapia e sou muito grato e feliz com o que fa√ßo. N√£o tenho problema em trabalhar no final de semana ou feriado. Trabalho e sou muito feliz. Ofereci massagem gratuita para muitas pessoas, para conhecerem meu trabalho‚ÄĚ, garante.

Formado em Administra√ß√£o de Empresas, com p√≥s-gradua√ß√£o em Shopper Marketing na ESPM, conquistou uma vida estabilizada. Atualmente se mant√©m com as sess√Ķes realizadas em sua resid√™ncia, adaptada para o atendimento do p√ļblico, que busca reduzir a ins√īnia, ansiedade, stress e manter seu bem-estar. ‚ÄúTodos esses benef√≠cios est√£o ligados as t√©cnicas de Massoterapia‚ÄĚ, explica.

Ainda nesse campo, Rodrigo tamb√©m se especializou em Reflexologia, destinada a usar o est√≠mulo de pontos do corpo, chamados de plexos nervosos para combater problemas f√≠sicos e mentais. Essa t√©cnica consiste na aplica√ß√£o de press√£o em pontos dos p√©s, para equilibrar a energia do corpo e evitar o surgimento de doen√ßas e problemas de sa√ļde.

Ambas habilidades surgiram por acaso em sua vida. Apesar de participar de cursos de especializa√ß√£o em S√£o Paulo e trabalhar em grandes empresas na Capital, decidiu largar tudo e investir nesses aprendizados. ‚ÄúSou massoterapeuta por gratid√£o. Aconteceram algumas coisas na minha vida que deram um click‚ÄĚ, conta ao relembrar fatos que marcaram sua trajet√≥ria.

Após assistir uma matéria na TV sobre Reflexologia decidiu fazer o curso por curiosidade. Desempregado, buscou nessa habilidade seu sustento. Nessa caminhada conheceu o Sr. Rafael Рfalecido em 2017 Рque sofria com labirintite e dor no nervo trigêmeo (conhecido na medicina como o quinto nervo craniano, ele se divide em três ramos responsáveis pela sensibilidade da face). Com as massagens realizadas com frequência, Rodrigo percebeu os benefícios e a redução das dores sofridas por ele. Sua decisão de morar em Santos representou um recomeço.

‚ÄúVoltar a morar com meus pais foi um desafio. Foi atrav√©s de muito trabalho que conquistei minha liberdade, meu espa√ßo e meu apartamento‚ÄĚ, comemora. Nessa √©poca comercializava casquinhas de siri na praia e foi em uma dessas vendas que as portas de fato se abriram. A cliente lhe pediu um cart√£o e o √ļnico que Rodrigo possu√≠a referia-se as massagens. Ao entregar sua apresenta√ß√£o n√£o imaginaria o quanto sua vida iria mudar.

Outra paix√£o
 - REVISTA MAIS SANTOSMas toda essa ascensão desabou por terra no início da pandemia. Não havia mais atendimento presencial para fazer massagem (em casa ou em empresas comerciais) e perdeu não somente os clientes, como o espaço da praia, seu segundo escritório.

Nesse momento Rodrigo ativou seus dotes culinários. Além de bartender e churrasqueiro profissional, o fogão lhe inspirou. Foi produzindo e comercializando panquecas que sobreviveu ao caos financeiro instalado em sua vida, desde o início ano passado, nos meses mais críticos da chegada do novo coronavírus.

‚ÄúNo in√≠cio da pandemia tudo parou, inclusive a praia. Me vi em uma situa√ß√£o zero de todos os lados‚ÄĚ, diz. Ap√≥s dois meses de dedica√ß√£o √† divulga√ß√£o de suas receitas, o massoterapeuta voltou a trabalhar. Al√©m dos seus pacientes j√° atendidos, ele ganhou um novo perfil de clientes que passaram a lhe procurar relatando quadro de ins√īnia, ansiedade e o t√©dio com o trabalho home office. Estava, ent√£o, reativada sua atividade principal: a Massoterapia.

Em sua rotina conta que o √ļnico item acrescentado √© a m√°scara. Os demais protocolos de higieniza√ß√£o j√° eram utilizados em seu espa√ßo. As empresas voltaram a lhe procurar para prestar atendimento a funcion√°rios que vivem com ansiedade e outras comorbidades. Atualmente, Rodrigo investe na propaganda do seu trabalho, feito atrav√©s de digitais influencers. E tem dado certo. ‚ÄúNunca tive medo de trabalhar‚ÄĚ, finaliza.

Quem quiser conhecer um pouco mais do seu trabalho acesse as redes sociais do Rodrigo: @equilibriodocorpomasso ou pelo telefone: (13) 99127-5482.

Fotos: Reprodução