PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Muito apoio para a mente “zen” problemas

Da Revista Mais Santos

A pandemia de Covid-19 fez com que as emoções – muitas vezes ruins – se aflorassem nas pessoas. Para explicar e tentar conter esses sentimentos exacerbados, o apoio emocional foi necessário.

“O atendimento aumentou bastante. A demanda está mais alta. As pessoas estão com mais demandas emocionais. Para quem tinha transtorno, a pandemia atuou como gatilho para os sintomas aparecerem. Quem não tinha, acabou tendo algum sintoma de instabilidade emocional”, afirma a psicóloga Elaine Santa Maria, formada há 20 anos, sendo que trabalhou com Recursos Humanos por uma década e com atendimento clínico outros dez.

A profissional conta que teve uma paciente que desenvolveu Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) por limpeza, a ponto de machucar as mãos na tentativa de se manter limpa em razão do vírus, e também fobia social, que era o medo de se encontrar e estar com outras pessoas por causa de contaminação.

“Curiosamente, a paciente é pediatra, que tem contato com crianças, e achei curioso porque os médicos deveriam estar ‘mais tranquilos e seguros’ em relação a isso”, lembra Elaine.

Confira a matéria completa neste link.

Foto: Reprodução