PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Rua Azevedo Sodré, em Santos, será modernizada com investimento de R$ 6 milhões

Da Redação

A Rua Azevedo Sodré, no bairro Boqueirão, conhecida pelos seus estabelecimentos comerciais de design, decoração e vestuário, será totalmente modernizada até o ano que vem. A via deve ganhar nova identidade e sistema de drenagem, além de uma faixa dinâmica que poderá ser fechada esporadicamente pelos comerciantes para a realização de eventos.

O anúncio da intervenção foi feito na tarde desta sexta-feira (29), em encontro que reuniu lojistas e representantes da Prefeitura, em um dos pontos comerciais do bairro. A intenção da Administração é valorizar ainda mais a rua, a exemplo do que já ocorreu na Tolentino Filgueiras (Gonzaga). “A modernização da Rua Gastronômica foi um sucesso, deixou a via e as fachadas mais bonitas e valorizou os estabelecimentos. É isso o que faremos aqui. A nossa intenção é fazer o que for melhor para vocês”, disse o prefeito Rogério Santos.

O projeto foi apresentado pelo secretário de Desenvolvimento Urbano, Glaucus Farinello, que tirou dúvidas sobre as obras e ouviu sugestões dos comerciantes.

“A Azevedo Sodré é uma rua muito importante da Cidade, crucial no deslocamento do dia a dia das pessoas, e que tem uma característica própria, com muitas casas comerciais. Padronizar e embelezar essa via já era uma solicitação antiga dos comerciantes, mas não faremos só isso, vamos modernizá-la como um todo, garantindo infraestrutura e acessibilidade”, explicou Farinello.

Com início previsto para outubro, a obra que deve durar dez meses contemplará um trecho de 500 metros, entre as avenidas Conselheiro Nébias e Washington Luís (canal 3). Está prevista a modernização completa do sistema de drenagem, com novas tubulações subterrâneas e captações superficiais, além da instalação de um banco de dutos para passagem de cabos de telecomunicações.

O calçamento, que será totalmente refeito, ganhará mais espaço e identidade própria para identificação da via, assim como foi feito na Rua Tolentino Filgueiras.

A rua ainda terá uma faixa dinâmica, identificada com piso de coloração diferente do restante da via, para garantir embarque, desembarque, carga e descarga seguros, além de funcionar como uma extensão da calçada durante eventos organizados pelos comerciantes locais, para a colocação de mesas, cadeiras ou outra finalidade.

Novas lixeiras, guias, sarjetas, arborização e iluminação, além de repavimentação asfáltica, também estão previstos no projeto, assim como a instalação de mais uma lombofaixa (faixa de pedestres no mesmo nível da calçada) para garantir a segurança dos pedestres, já que garante a redução da velocidade dos veículos, e acessibilidade a cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

“Como é uma obra em uma via de grande circulação, a intenção é realizá-la por etapas, sempre dialogando com os comerciantes e com a empresa responsável pela obra para não prejudicar o fluxo de pessoas e veículos”, disse o chefe da pasta de Desenvolvimento Urbano.

A obra está orçada em R$ 6.272.790,94, valor que será totalmente custeado por verba do Governo do Estado, anunciada no mês passado. O edital de abertura da licitação que definirá a empresa responsável pela obra foi publicado na edição do Diário Oficial do último dia 20. O projeto foi elaborado pela Sedurb e o gerenciamento e execução ficarão a cargo da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Edificações (Siedi).

Foto: Divulgação PMS