PUBLICIDADE

Santos / Esporte

De volta à Vila Belmiro: Cuca é o novo técnico do Santos

Da Redação

Atualizado às 13h44

Cuca é o novo técnico do Santos. A informação foi confirmada pelo Santos por meio de nota oficial no site do clube. Ele substitui o português Jesualdo Ferreira, demtido na última terça-feira.

Confira a nota do clube:

Cuca é o novo comandante do Santos Futebol Clube! Aos 57 anos, ele assinou contrato até março de 2021 e está de volta ao Peixe. Será a terceira passagem de Alexi Stival como técnico do Alvinegro Praiano. Ao lado do treinador chegam o auxiliar Cuquinha e o preparador físico Omar Feitosa.
Anteriormente, o técnico já havia comandado a equipe em 2008 e 2018, disputando 41 jogos ao todo. Como atleta, Cuca passou pelo Santos FC em 1993, atuando em 46 partidas e marcando 15 gols.

Nascido em Curitiba (PR), Alexi Stival tem currículo vitorioso como treinador. Entre várias conquistas, Cuca sagrou-se campeão da Conmebol Libertadores com o Atlético-MG, em 2013, e também conquistou o Campeonato Brasileiro de 2016 com o Palmeiras. Na última temporada, ele comandou o São Paulo.
Departamento de futebol

Além da chegada de Cuca, outras mudanças aconteceram no departamento. Com a saída de William Thomas, Renato Florêncio assume como novo diretor técnico. Jorge Andrade, gerente das categorias de base, e Everson Rocha, head scout, trabalharão em conjunto com o ex-jogador e serão responsáveis por toda parte administrativa, dando sequência ao projeto.

Carta ao torcedor

O Santos também publicou mensagem de Cuca aos torcedores do Santos. Leia a íntegra abaixo:

“Saí do Santos FC em 2018, em um momento em que precisava cuidar da minha saúde, e sabia que um dia voltaria para ter mais uma oportunidade nesse gigante do futebol. Da última vez, também tínhamos alguns problemas, o clube não estava bem na classificação, mas com o esforço de todos conseguimos evoluir e melhorar a situação, ainda que longe do que queríamos.
Agora eu estou completamente recuperado e assumo em um momento que o Santos FC passa por um processo de reestruturação, de organização do futebol, sem condições de fazer grandes investimentos. Estou muito motivado com essa responsabilidade e me sinto extremamente capacitado e comprometido em ajudar este processo.
O torcedor pode ter a certeza que estou muito contente pelo acerto e pelo desafio que será comandar a equipe. Será diferente também, por tudo que está acontecendo no mundo, com novas dificuldades, mas tenho certeza que, com muito trabalho, poderemos alcançar bons resultados.
Não venho pensando em questão financeira, mas sim no prazer de trabalhar no clube. Estou chegando ao Santos FC pelo desafio de fazer um bom trabalho, e acredito que podemos conseguir isso, pois o grupo é qualificado”.
Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC