PUBLICIDADE

Santos / Esporte

Em Santos, a praia de todos os esportes, mas com regras

Da Revista Mais Santos

Principal atração turística da Cidade, a praia é o lugar ideal para lazer e diversão, principalmente durante o verão. Nesta época do ano, turistas e munícipes também aproveitam o mar e a extensa faixa de areia para praticar esportes.

Por conta disso, a Prefeitura de Santos disciplina as atividades esportivas durante o ano todo, com atenção especial para os meses de dezembro e janeiro, quando há concentração maior de pessoas.

‚ÄúOs decretos 5229 de 2008 e o 6653 de 2013, que faz algumas altera√ß√Ķes, regulamentam a pr√°tica das atividades esportivas na praia. Sobretudo para promover uma conviv√™ncia harmoniosa e segura entre todos que utilizam a orla, sejam esportistas ou banhistas. Isso n√£o poderia ser diferente em uma cidade como Santos, que respira esporte, e tem na praia um magn√≠fico lugar de lazer para todos os santistas e visitantes‚ÄĚ, explica o secret√°rio de Esportes de Santos, Gel√°sio Fernandes.

Quem é adepto das atividades esportivas, deve ficar atento aos horários e locais permitidos para das modalidades. Confira:

Futebol

Permitido at√© as 9h e ap√≥s √†s 17h em toda a extens√£o, respeitando a dist√Ęncia de 150 metros de cada lado dos canais. As quadras precisam distar, pelo menos, cinco metros umas das outras. O futebol de praia comp√Ķe a rotina das praias santistas, e √© praticado por moradores e visitantes da cidade. Segundo relatos do saudoso C√©lio Nori, que era soci√≥logo e pesquisador do futebol de praia, em meados de 1902 j√° existiam registros do esporte em jornais. A pr√°tica abrange tanto a forma de ‚Äúfutebol oficial‚ÄĚ (com regras de arbitragem, impedimento), como tamb√©m a tradicional pelada e o gol caixote (leva esse nome porque os caixotes simulam traves).

Frescobol

Pode ser praticado o dia todo, na areia fofa, respeitando a dist√Ęncia de 100 metros dos canais e de cinco metros do cal√ßad√£o. O frescobol surgiu em 1945, em Copacabana, quando o paraense Lian Pontes de Carvalho se distra√≠a na praia, usando uma t√°bua para bater em uma bola de t√™nis. Dono de uma f√°brica de m√≥veis de piscina, ele confeccionou as primeiras raquetes. At√© 1976, jogava-se com modelos pesados e bolas de t√™nis descascadas. Com o tempo, os equipamentos evolu√≠ram.

V√īlei

Permitido nas quadras montadas pelas entidades autorizadas, todos os dias o dia inteiro. No Brasil, a modalidade passou a ser praticada na d√©cada de 1930, de forma amadora, nas praias de Copacabana e de Ipanema, no Rio de Janeiro. Durante as d√©cadas seguintes, o v√īlei de praia ganhou milhares de adeptos no pa√≠s, mas era encarado como mera brincadeira de fim de semana. Isso mudou a partir de 1986, quando se realizou o Hollywood Volley, em Copacabana e em Santos, com a participa√ß√£o de atletas brasileiros e internacionais.

Futev√īlei

Permitido nas quadras montadas pelas entidades autorizadas, todos os dias o dia inteiro. A cria√ß√£o do futev√īlei se deve, curiosamente, √† tentativa de burlar uma lei das praias cariocas: em meados dos anos 60, a pr√°tica do futebol havia sido proibida nas praias do Rio de Janeiro. Gra√ßas √† imagina√ß√£o de alguns amantes da pr√°tica do futebol na areia, decidiram jogar o seu futebol em uma quadra de voleibol de praia, esporte que era permitido.

Beach tennis

Permitido nas quadras montadas pelas entidades autorizadas, todos os dias o dia inteiro. O beach tennis foi criado em meados de 1987 na prov√≠ncia de Ravennana, na It√°lia. Em 1996, o esporte come√ßou a se profissionalizar. Segundo a ITF, ele √© praticado por mais de 500 mil pessoas espalhadas em todos os continentes, in- dependentemente de sexo e idade. A modalidade chegou ao Brasil em 2008 no estado do Rio de Janeiro. Desde ent√£o, o beach tennis vem crescendo rapidamente para outras cidades litor√Ęneas brasileiras. Entre os locais onde h√° um maior n√ļmero de praticantes est√£o Rio de Janeiro, Fortaleza, Santos, Vit√≥ria e Guaruj√°.

Tamboréu

Permitido nas quadras montadas pelas entidades autorizadas, todos os dias o dia inteiro. Tudo come√ßou com dois italianos, os Danadellis, que chegaram √† cidade em 1937. Na bagagem, traziam com eles dois pandeiros de arco de madeira e tampa de couro, com cerca de 35 a 40 cent√≠metros de di√Ęmetro. Ficavam jogando uma bola, um para o outro, nas praias, sem qualquer quadra ou rede. A moda pegou e algum tempo depois surgiam as quadras, com 20, 18 e finalmente 17 metros (como √© a atual), e a rede – a princ√≠pio a mesma de t√™nis – que hoje √© exclusiva para o tambor√©u.

Fut-tênis

Permitido nas quadras montadas pelas entidades autorizadas, todos os dias e o dia inteiro. O fut-tênis surgiu no Brasil em 6 de setembro de 1990, tendo seu registro de patente no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) em 5 de dezembro de 1991. Foi criado por Oscar de Oliveira na cidade de Suzano, estado de São Paulo.

Surfe

Permitido entre o canal 2 e a divisa com S√£o Vicente. Foi na Praia do Gonzaga, em 1934, que o norte-americano Thomas Ernest Rittscher Jr., ent√£o com 17 anos, surfou pela primeira vez em √°guas brasileiras ‚Äď ele construiu uma ‚Äėt√°bua havaiana‚Äô, copiada da revista norte-americana Popular Mechanics. Tamb√©m foi em Santos que surfou, em 1938, o primeiro brasileiro: Osmar Gon√ßalves. Junto com alguns amigos, entre eles Jo√£o Roberto Suplicy (Ju√°) Haffers e Silvio Manzoni, ele construiu a primeira prancha brasileira, com a colabora√ß√£o do engenheiro naval J√ļlio Putz, e surfou na Praia do Gonzaga.

Windsurf

Permitido todos os dias, respeitando 150 metros dos canais e arrebentação. A entrada no mar deve ser feita pelo Centro Náutico, que fica em frente ao Aquário Municipal. O windsurf foi criado em 1960, na Califórnia, pelo casal Naomi Darby e Newman. A ideia surgiu a partir do desejo de Naomi em ter uma vela fixada em sua canoa para poder viajar mais rápido. O casal não chegou a patentear a ideia. Após isso, Hoyle Schweitzer e Jim Drake, amigos do casal, criaram um equipamento semelhante, ao qual chamaram de windsurf.

Kitesurfe

Permitido todos os dias, respeitando 150 metros dos canais e arrebentação. O kiteboard é um esporte de ação que combina aspectos de wakeboard, snowboard, windsurf, surf, parapente, skate e vela em um esporte radical. Um kiteboarder aproveita o poder do vento com um grande kite de potência controlável para ser impulsionado através da água, terra ou neve.

Stand up paddle

Permitido todos os dias, respeitando 150 metros dos canais e arrebenta√ß√£o. De origem havaiana, remo em p√© ou surfe com remo (em ingl√™s: stand up paddle boarding, stand up paddle surfing, SUP) √© uma modalidade cada dia mais popular em todo mundo. √Č uma forma antiga de surfe, e ressurgiu como uma maneira de os instrutores administrarem grandes grupos de alunos, j√° que o fato de estar em p√© na prancha lhes d√° maior visibilidade.

Foto: Divulgação