PUBLICIDADE

Santos / Esporte

Nadadora que disputou prova em Santos morre em decorrência da Covid-19

Da Redação

Uma nadadora de 14 anos que disputou uma prova em Santos há cerca de dez dias morreu neste sábado (19) em decorrência da Covid-19. Segundo informou Federação Aquática Paulista (FAP), Mariana Franklin Ferreira Silva estava internada no Hospital Regional de Presidente Prudente (SP).

Mariana fazia parte da equipe Apan Presidente Prudente, que nos dias 9 e 10 deste mês disputou o 1º Torneio Nacional Integração – Campeonato Brasileiro Virtual de Integração. A competição foi realizada no Centro Esportivo e Recreativo do Rebouças, em Santos. Depois disso, o time dela ainda participou do Paulistão FAP, em Bauru, entre os dias 16 a 19.

Organizadora das competições, a FAP emitiu nota de pesar pela morte de Mariana e afirmou que todas as medidas de segurança foram tomadas e constantemente relembradas, orientadas e cobradas pela FAP em ambas as competições.

“Em casos confirmados de Covid-19 em até 14 dias após a realização do evento, é obrigatório informar à FAP, e a todos que tiveram contato com o participante infectado, para que todos os cuidados necessários à saúde sejam providenciados”, disse a entidade.

Prefeitura

Em nota, a Prefeitura de Santos informa que “o evento realizado na piscina olímpica do Complexo Esportivo Rebouças foi organizado e promovido pela Federação Aquática Paulista (FAP). Todos os protocolos de prevenção ao coronavírus foram exigidos e aplicados na competição esportiva, que ocorreu sem a presença de público espectador e sem nenhuma aglomeração de pessoas”.

A Administração Municipal prossegue: “De acordo com a FAP, todos os atletas inscritos cumpriram as regras preventivas e assinaram termos de responsabilidade e consentimento de participação, bem como preencheram formulário para comunicação sobre as condições de saúde e possíveis sintomas da Covid-19”.

Foto: Reprodução